Notícias > Desvendando o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes – CCHLA

Por Marcelo Esteves

 

O Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA) da UFRN tem sua origem em 12 de março de 1955, quando foi fundada a antiga Faculdade de Filosofia pela Associação de Professores do Rio Grande do Norte. Posteriormente, em 1963, a faculdade foi incorporada à Fundação José Augusto. Com o Decreto Presidencial n° 62.380, foi autorizado o aproveitamento da Faculdade de Filosofia na organização da Faculdade de Educação e do Instituto de Ciências Humanas e Letras e Artes. Em 1973, durante a reforma universitária, foi criado o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), que abriga o Departamento de História, localizado no Campus Central da UFRN.

 

Com uma estrutura física abrangente, que inclui unidades administrativas, direção, portaria, setores de aulas, laboratórios, institutos, bibliotecas, gerência de redes, almoxarifados e 11 departamentos. Além disso, apresenta uma consolidação acadêmica composta por 24 cursos de graduação presencial, 3 cursos de graduação a distância, 19 programas de pós-graduação acadêmica, 5 programas de pós-graduação profissional e 1 programa de pós-graduação lato sensu. Conta com um corpo docente composto por 305 professores efetivos, 36 substitutos ou temporários e três visitantes, totalizando 344 professores. Além disso, possui 122 servidores técnico-administrativos e 48 funcionários terceirizados.

 

Essa estrutura e equipe de profissionais capacitados permitem ao CCHLA oferecer uma ampla variedade de cursos de graduação, pós-graduação e promover atividades de ensino, pesquisa e extensão nas áreas de ciências humanas, letras e artes. O Departamento de História, em particular, desempenha um papel importante no ensino e na produção acadêmica relacionada à história, contribuindo para a formação de profissionais qualificados nessa área.

 

Conforme o relatório de gestão 2022 do CCHLA, a unidade estabeleceu uma série de objetivos para promover o ensino, pesquisa e extensão. Esses objetivos são os seguintes:

 

1. Apoiar as coordenações de curso nas demandas acadêmicas dos estudantes, assim como nos projetos PET (Programa de Educação Tutorial), PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica), PIBID (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência) e Residência Pedagógica. Esse apoio visa fortalecer a formação dos estudantes e sua inserção em atividades de pesquisa e extensão.

 

2. Incentivar programas e projetos de formação de professores, visando proporcionar uma educação básica de qualidade. Essa iniciativa busca contribuir para a melhoria do ensino fundamental e médio, por meio da formação e capacitação de profissionais da educação.

 

3. Fortalecer a atuação da Assessoria Acadêmica junto aos cursos e coordenações, buscando uma integração efetiva entre graduação, pós-graduação, coordenações de curso e gestão. Essa integração visa promover uma articulação coerente entre os diferentes níveis de ensino e a gestão acadêmica.

4. Promover a universalização do acesso ao ensino superior, buscando ampliar as oportunidades de ingresso e permanência dos estudantes na universidade, especialmente para grupos historicamente excluídos.

 

5. Consolidar ações voltadas à internacionalização da graduação, pós-graduação e produção intelectual, em consonância com a política em curso na UFRN e às agências fomentadoras. Isso inclui facilitar a mobilidade de professores, técnicos pesquisadores e estudantes, promovendo a interculturalidade e o intercâmbio acadêmico.

 

6. Curricularizar projetos e programas de extensão que visem fortalecer o diálogo entre a universidade e a sociedade. Essa iniciativa busca integrar atividades de extensão ao currículo dos cursos, permitindo que os estudantes tenham contato direto com demandas e necessidades da comunidade.

 

7. Apoiar os grupos de pesquisa, defendendo a construção do conhecimento e sua disseminação. Isso envolve o suporte e incentivo às atividades de pesquisa realizadas pelos docentes e discentes, bem como a divulgação dos resultados obtidos.

 

8. Articular a pesquisa com o ensino de graduação, pós-graduação e a extensão, buscando uma integração efetiva entre essas áreas. Isso permite que a produção científica seja aplicada e compartilhada, enriquecendo a formação dos estudantes.

 

9. Estabelecer um diálogo constante com as chefias de departamento, coordenações de cursos, representações dos centros acadêmicos estudantis e servidores técnico-administrativos. Além disso, consolidar o Conselho de Centro (CONSEC) como um espaço de reflexão, crítica e condução da vida administrativa do CCHLA.

 

10. Publicizar os recursos financeiros e orçamentários, por meio da exposição para os diferentes segmentos e posterior deliberação que tornem públicas as decisões, as ações e as realizações no CCHLA, sob a responsabilidade direta de sua direção ou de outras instâncias.


Notícia cadastrada em 28/05/2023 15:44  
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao