Infraestrutura

Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Hospital Universitário Onofre Lopes é um hospital universitário federal, que assumiu a personalidade de hospital-escola integrada à UFRN desde 1960 e aderiu à EBSERH desde 2015.
A infraestrutura neste campo de pesquisa inclui 242 leitos, e 19 para UTI. Existem também 87 salas de ambulatório clínico, 27 de pediatria e 07 salas de clínica cirúrgica. Essa infraestrutura do HUOL e sua complexidade é fonte de pesquisa científico tecnológico dessa proposta de MP. Haverá infraestrutura e recurso humano direcionado para este MP.


O Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde – LAIS/HUOL, está situado no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL) e é ligado diretamente à UFRN e à EBSERH. É o primeiro laboratório instalado em hospital universitário brasileiro com a proposta de promover a inovação tecnológica em saúde. Esse laboratório será o principal local onde esse curso de MP será realizado.

 

O Setor de Coordenação do LAIS é composto por duas salas de 30m², uma para Coordenação e Secretaria do Mestrado Profissional e Sala de Reunião/Videoconferência. 03 computadores, 02 impressoras, 01 equipamento completo para vídeo conferência, três mesas, quatro armários para arquivo e sete cadeiras.

O Setor de Informática em Saúde tem 32,43 m², 10 computadores MACS; 01 bebedouro; 04 multímetros; 01 oxímetro; 01 projetor; 01 quadro branco; 01 impressora e 01 ar-condicionado split e 01 lupa luminária, 02 mesas grandes com acomodação para 13 lugares, 04 armários para arquivo e 13 cadeiras.
O Setor de Audição, Linguagem e Cognição tem 69m². 08 computadores HP; 01 bebedouro; 01 projetor; 02 quadros brancos; 01 impressora; 04 ar-condicionado split; 01 impedanciômetro; frigobar; DVD; 06 tripés e 01 TV de 32’, 09 mesas, 03 armários para arquivo, 01 sofá de dois lugares e 14 cadeiras.
O Setor de Bioengenharia tem 26m², 07 computadores HP e 02 MAC; 01 cafeteira; 01 bebedouro; 01 quadro branco; 01 impressora; 01 ar-condicionado split e 01 TV de 55’, 09 mesas, 05 armários para arquivo e 11 cadeiras.
O Setor de Tecnologias Assistivas possui 48m². 08 computadores HP; 01 cafeteira; 01 bebedouro; 01 quadro branco; 01 impressora; 02 ar-condicionado split e TV de 55’, 09 mesas, 04 armários para arquivo e 11 cadeiras.

 

Estes espaços são utilizados para aulas teórico-práticas sempre que necessário e disponibilizados aos alunos do proposto MP que também terão acesso à internet e 15 computadores Apple instalados no LAIS.

 

Além disso, a UFRN oferece suporte técnico em informática a alunos e docentes e o curso especificamente conta com técnico para suporte em programas de estatística (SPSS, Bioestat, Epiinfo).

 

Os laboratórios, equipamentos e outras instalações especiais requeridas pelas atividades de ensino e pesquisa do corpo docente são assegurados dentro de padrões satisfatórios haja vista o número de projetos e recursos em andamento já citados.

Além de salas de aula, a Instituição garante, também, a existência de espaços diversificados para docentes e discentes, compatíveis com as necessidades específicas desta proposta de MP.

 

Existe apoio institucional com plano de investimentos e contratações, além de fontes de financiamento e de um plano de modernização/expansão dos laboratórios e do parque instrumental, como descrito acima e cujos DP estão diretamente (maioria) ou indiretamente envolvidos e comprometidos.
Com a criação dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NIT) nas universidades e institutos de pesquisa do pais, conforme determinação da Lei de Inovação, a cooperação com empresas passou a seguir regras mais claras e intensificaram-se os esforços de transferência dos inventos gerados na academia para o mercado.
O NIT do LAIS foi criado em 2015 para garantir que o conhecimento desenvolvido no LAIS seja gerido adequadamente para que se transforme em inovação tecnológica.

 

Recursos de Informática

O HUF da UFRN apresenta infraestrutura de gerência de ensino e pesquisa, comissão científica, Comitê de Ética em Pesquisa (CEP), setor de gestão da pesquisa e inovação tecnológica, setor de gestão de ensino, unidade de pesquisa clínica, unidades de gerenciamento de tecnologias em saúde, de telessaúde, de gerenciamento da residência multiprofissional, de gerenciamento da residência médica e de gerenciamento de biblioteca, cujos recursos humanos necessitam de capacitação em gestão e inovação.

 

Bibliotecas
Dados gerais (Número de livros, periódicos e áreas nas quais eles se concentram):
A Biblioteca Central Zila Mamede (BCZM) é o órgão central executivo e, ainda, responsável pela administração, planejamento, coordenação e fiscalização das atividades do Sistema de Bibliotecas (SISBI), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), cuja missão é fornecer suporte informacional, em todos os formatos, às atividades de ensino, pesquisa e extensão da UFRN.
A BCZM possui 60 técnicos-administrativos, 74 bolsistas e uma área de cerca de 8.000 m2, compreendendo: Direção, Secretaria, Coordenação das Bibliotecas Setoriais, Divisão de Serviços Técnicos, Divisão de Apoio ao Usuário, Videoteca (30 lugares), Auditório (140 lugares), Hall para exposições, Sala de autores Norte-rio-grandenses, Sala leitoras/copiadoras de microfichas/ microfilmes, 1 (uma) sala climatizada para estudos individuais com 36 cabines, 6 (seis) salas climatizadas para estudos em grupos totalizando 14 (quatorze) mesas de 8 (oito) lugares, Cantina, Setor de reprografia, balcão de guarda-volumes, áreas para leitura, instalações sanitárias e Jardins internos. Inclui ainda ambientes totalmente climatizados, com Mini Auditório com 50 lugares, Hall para exposições, Sala de obras raras, Laboratório de Informática com 20 máquinas, Laboratório de acessibilidade, Ambiente com 89 (oitenta e nove) cabines para estudo individual, Mesas para estudo em grupo com 75 (setenta e cinco) lugares e 5 (cinco) totens para acesso ao catálogo on-line.
No tocante à acessibilidade para deficientes, a biblioteca dispõe de vaga exclusiva no estacionamento, rampas de acesso, plataforma elevatória, piso tátil, sinalização em Braille do acervo (Coleção Desbaste), coleção de obras em Braille, instalações sanitárias adaptadas, telefone público para deficientes auditivos bem como outros equipamentos especiais, tais como: computadores, scanner de mesa, softwares de leitura, extensores de punho, switch mouse, aranha mola, bengala, lupas de apoio e máquina rotuladora. Estes equipamentos encontram-se disponíveis no Laboratório de Acessibilidade.
A BCZM utiliza o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) na informatização dos serviços de catalogação, empréstimo e consulta ao catálogo, via internet. Além disso, é dotada de outras tecnologias de informação e comunicação, tais como: 07 (sete) pontos para o acesso à rede wireless; 05 (cinco) totens para acesso ao catálogo; 12 (doze) computadores para acesso ao catálogo; 07 (sete) computadores para acesso à Internet, 03 computadores para acesso ao Portal de Periódicos CAPS e 84 para a área administrativa. O acervo da biblioteca é constituído de coleções (livros/documentos) tanto no formato impresso, quanto no eletrônico. Através do sistema de livre acesso, essas coleções são disponibilizas para os seus usuários. E, ainda, a sua consulta se dá através do acesso aos catálogos manual e on line.
A BCZM, bem como, todo o sistema de bibliotecas da UFRN tem acesso ao Portal de Periódicos CAPES, enquanto relevante ferramenta para acesso e uso aos periódicos científicos nacionais, internacionais, além de outras fontes de informação científica encontradas nesse Portal. Este, por sua vez, pode ser acessado através dos seguintes endereços: e , inclusive com acesso à Biblioteca Virtual SciELO (www.scielo.br), a qual disponibiliza periódicos científicos do Brasil e América Latina.

SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao