Banca de DEFESA: CÉLIA MARÍLIA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CÉLIA MARÍLIA SILVA
DATA: 25/09/2012
HORA: 00:00
LOCAL: CCHLA - Auditório "A"
TÍTULO:

O riso irônico na obra poética de Cruz e Sousa.


PALAVRAS-CHAVES:

Cruz e Sousa; lírica; riso; ironia ; questões sociais.


PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Literatura Comparada
RESUMO:

O presente trabalho apresenta uma discussão sobre a poesia de Cruz e Sousa, poeta brasileiro do século XIX. Para este fim, toma-se o riso como categoria analítica por se tratar de um tema pertinente que possibilita uma melhor compreensão do teor lírico de sua obra poética. O riso nos versos de Cruz e Sousa é visto como mecanismo de contrapeso à normatividade e ao princípio de seriedade estabelecidos, além de colocar pelo avesso o que a sociedade institui como sendo verdade natural ou absoluta. No conjunto poético, interessa-nos analisar os poemas que expressam o teor lírico na dupla vertente do riso e da ironia, visto que são usados como meios de crítica à sociedade, em especial à sociedade brasileira do final do século XIX e início do século XX. Para tanto, utilizamos como suporte teórico as teorias sobre o riso elaboradas por Minois (2003), Bakhtin (1993) e Bergson (2007), bem como as teorias referentes à lírica e à sociedade de Adorno (2003), e Antonio Candido (2010).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Interno - 1674934 - TANIA MARIA DE ARAUJO LIMA
Externo à Instituição - DIVA SUELI SILVA TAVARES - FACEX
Notícia cadastrada em: 06/09/2012 15:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao