Banca de QUALIFICAÇÃO: ADY CANARIO DE SOUZA ESTEVAO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ADY CANARIO DE SOUZA ESTEVAO
DATA: 03/07/2012
HORA: 14:30
LOCAL: CCHLA - Sala 304
TÍTULO:

O PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES: DIÁLOGOS ENTRE A UNIVERSIDADE E AS COMUNIDADES POPULARES


PALAVRAS-CHAVES:

Programa Conexões de Saberes. Estudantes Populares. Análise do Discurso. Ensino Superior. Políticas Públicas de Acesso e Permanência.


PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

O “Programa Conexões de Saberes: diálogos entre a universidade e as comunidades populares” foi implantado pelo MEC/SECADI em 2004 objetivando possibilizar o acesso e permanência de estudantes populares na universidade. Esta tese toma como objeto de análise as práticas discursivas do PCS, acesso e permanência em materialidades textuais e discursivas inscritas em práticas, histórias e memórias dos habitantes do Programa. O objetivo geral é descrever / interpretar os discursos do acesso e permanência do PCS, na promoção de políticas públicas afirmativas materializadas nas práticas discursivas dos estudantes beneficiados por essa política, no contexto de superação das desigualdades educacionais. Questiona-se: quais discursos de acesso e permanência são promovidos pelo PCS e que efeitos de sentido são produzidos sobre a implicação das políticas públicas afirmativas para estudantes populares na universidade? Para tanto, procura-se trilhar pelo caminho das memórias de estudantes que habitam o PCS, que constituem o corpus da pesquisa, tomando-se como pressupostos teóricos metodológicos a análise do discurso francesa. Nesse sentido, a investigação permite, parcialmente, concluir que as práticas discursivas do PCS produzem efeito de sentidos dos estudantes populares, no acesso e permanência na universidade e apontam para as possibilidades de reversão do quadro das desigualdades sociais e raciais. O discurso do PCS promove efeitos de sentido da necessidade de proposições de políticas públicas de ações afirmativas. As trajetórias, memórias e história dos estudantes populares na universidade são de dificuldades e superação, da educação básica ao ensino superior. O PCS  age como operador na promoção e práticas discursivas de sentidos, na construção do acesso e permanência de estudantes na universidade, imbricados na Língua, Memória e História.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ARACELI SOBREIRA BENEVIDES - UERN
Externo ao Programa - 1149574 - JEFFERSON FERNANDES ALVES
Presidente - 6345753 - MARIA BERNADETE FERNANDES DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 19/06/2012 15:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa19-producao.info.ufrn.br.sigaa19-producao