Banca de DEFESA: CASSIA DE FATIMA MATOS DOS SANTOS - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: CASSIA DE FATIMA MATOS DOS SANTOS

DATA: 22/11/2010

HORA: 14:00

LOCAL: CCHLA

TÍTULO:

Vaga-lume na treva: a poesia de João Lins Caldas


PALAVRAS-CHAVES:

Poesia. João Lins Caldas. Resistência. Melancolia. Manuscritos.


PÁGINAS: 282

GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes

ÁREA: Letras

SUBÁREA: Literatura Comparada

RESUMO:

Esta pesquisa situa e analisa a poesia de João Lins Caldas (1888-1967) no contexto da literatura brasileira, visando traçar e compreender as principais linhas que a compõem. Para isso, toma como corpus os poemas reunidos em Poeira do céu e outros poemas (2009). O estudo caracteriza-se por um viés biográfico, historiográfico e crítico, à medida que objetiva delinear um perfil biográfico do poeta, organizar os seus manuscritos e realizar uma análise de sua poesia. Assim sendo, estabelecem-se relações com a poesia brasileira de alguns autores, desde o período parnasiano-simbolista ao modernismo no século XX. As análises fundamentam-se, por um lado, nos estudos de Candido (2006; 2002; 1985), em que discute o processo de formação da literatura brasileira e os procedimentos de análise de poesia, no conceito de poesia-resistência apontado por Bosi (2000; 2002) e na noção de matéria brasileira identificada por Schwarz (1987, 1997, 1999). Por outro, o enfoque da melancolia, sob a perspectiva teórica de vários autores como Aristóteles (1998), Benjamin (1984), Ginzburg (1997) e Scliar (2003), contribui para a compreensão de uma das principais temáticas presentes na lírica do poeta. O estudo de sua poética indica que ela se caracteriza pela melancolia e pela resistência, cuja expressão formal se dá por meio de uma linguagem dissonante: sintaxe arrevesada e invertida, cortes de sentido, imagens paradoxais, provocando estranhamento no leitor. O resultado é um estilo que, além de dialogar com o melhor da produção poética moderna, revela sua peculiaridade por meio dessa forma invertida em que se entrelaçam temas fortes, como a morte, o amor, a dor, o desencanto, a perda, a memória, a natureza, Deus, aspectos da historicidade brasileira, dentre outros, configurando-se, portanto, em uma lírica multifacetada.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349739 - HUMBERTO HERMENEGILDO DE ARAUJO
Interno - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Interno - 1746024 - EDNA MARIA RANGEL DE SA GOMES
Externo à Instituição - AFONSO HENRIQUE FAVERO - UFS
Notícia cadastrada em: 06/12/2010 10:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao