Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA ARELE GOMES DE FREITAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA ARELE GOMES DE FREITAS
DATA : 20/12/2023
HORA: 09:00
LOCAL: meet.google.com/kdu-kovn-pbr
TÍTULO:

 

 

A ORIENTAÇÃO ARGUMENTATIVA NAS INTERTEXTUALIDADES ENTRE O EVANGELHO SEGUNDO MATEUS E O ANTIGO TESTAMENTO


PALAVRAS-CHAVES:

 

 

Análise textual, pontos de vista, orientação argumentativa, Evangelho de Mateus, intertextualidade.


PÁGINAS: 55
RESUMO:

Com esta dissertação propomo-nos a analisar em uma perspectiva linguística o Evangelho segundo Mateus, focalizando a intertextualidade entre seus fragmentos e o Antigo Testamento. Embora a Bíblia seja uma obra multifacetada, esta pesquisa se concentra em investigar os fenômenos argumentativos presentes nessa relação, considerando a teoria da Análise Textual dos Discursos (ATD) de Jean-Michel Adam (2011, 2016, 2017, 2019, 2021, 2022). Além da ATD, a pesquisa incorpora teorias enunciativas, como as instâncias enunciativas de Rabatel (2016, 2021) e a noção de Discursos Constituintes de Maingueneau (2000, 2004, 2021), bem como o conceito de intertextualidade de Koch (2012). O estudo se justifica pela rica oportunidade de explorar as camadas de significado no texto do Evangelho de Mateus e sua relação com o Antigo Testamento. Buscamos entender se a intertextualidade foi intencionalmente incorporada para persuadir a audiência da época, considerando o status sagrado dos escritos do Antigo Testamento para os judeus. A metodologia adotada inclui a análise textual e discursiva, explorando conceitos como intertextualidade, orientação argumentativa e pontos de vista. O enfoque principal recai sobre o ponto de vista, a intertextualidade e oseu papel argumentativo. A pesquisa visa contribuir significativamente para os estudos linguísticos, oferecendo uma nova perspectiva sobre uma fonte crucial para a compreensão teológica, histórica e literária da vida e ensinamentos de Jesus. A abordagem adotada promete trazer à luz aspectos do discurso que podem ter sido negligenciados em interpretações mais tradicionais, revelando nuances relevantes para as comunidades para as quais o Evangelho de Mateus pode ter sido escrito. Em última análise, a dissertação busca expandir o entendimento sobre como livros da Bíblia podem ser analisados à luz de teorias linguísticas, oferecendo um novo ângulo de interpretação que enriquece a compreensão do texto bíblico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Interna - 1801855 - ALESSANDRA CASTILHO FERREIRA DA COSTA
Interno - 349707 - LUIS ALVARO SGADARI PASSEGGI
Notícia cadastrada em: 07/12/2023 08:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao