Banca de DEFESA: JEANE BANDEIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JEANE BANDEIRA DA SILVA
DATA : 23/08/2023
HORA: 14:00
LOCAL: via Google Meet
TÍTULO:

Práticas de Letramento no sistema socioeducativo: um estudo no CASE Pitimbu


PALAVRAS-CHAVES:

Letramentos. Práticas de letramento. Sistema socioeducativo. 


PÁGINAS: 69
RESUMO:

resumo

O regime socioeducativo de internação atende uma população significativa de jovens e adolescentes no estado do Rio Grande do Norte, totalizando 1.606 socioeducandos, sendo essa a quarta maior população em medidas de internação no país. O Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo – SINASE, implementa e fiscaliza políticas e programas específicos com medidas de cunho pedagógico que visam inibir a reincidência dos atos infracionais cometidos pelos adolescentes e jovens, bem como coibir tais atos em sua vida adulta. Tomando como base as normativas do SINASE, estas sinalizam que a escola socioeducativa tem o objetivo de oferecer aos socioeducandos um ambiente que proporcione a aquisição da criticidade, auxiliando sua formação enquanto cidadãos, pois entende-se que o pensamento crítico se dá através de um conjunto de prática de letramento, dentre essas a prática da escrita. No intuito de compreender como as práticas de escrita são efetivadas nesse sistema, foi desenvolvida uma pesquisa de campo na escola do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) Pitimbu, em Natal, Rio Grande do Norte; unidade que atende jovens e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de internação. Com o propósito de  investigar como se desenvolvem as práticas de letramento de jovens e adolescentes internos no regime socioeducativo do CASE Pitimbu; elencamos como objetivos específicos: (I) identificar qual a função social da escrita de adolescentes e jovens internos no CASE Pitimbu; (II) observar se as práticas de  letramento desenvolvidas no CASE Pitimbu estão em consonância com o Projeto Político Pedagógico da Unidade; e (III) analisar se o desenvolvimento de práticas de letramento aplicadas através de uma perspectiva crítico/emancipatória contribui para a reeducação de adolescentes e jovens internos no CASE Pitimbu. Do ponto de vista metodológico, trata-se de uma pesquisa qualitativa e interpretativista de vertente etnográfica, inserida no campo da Linguística Aplicada. Os dados foram gerados no período de 2021 a 2022, mediante o uso de instrumentos de pesquisa tais como: observação participante, notas de campo, aplicação de questionário e registros fotográficos. A partir do material gerado, as fontes foram analisadas em consonância com abordagens e discussões teóricas, fazendo o devido cruzamento das notas de campo, dos documentos e das falas dos sujeitos. Através da pesquisa pôde-se observar que existem lacunas entre os modelos propostos para a socieducação e os modelos adotados nas práticas de letramento da escola socioeducativa. A educação de modelo crítico e emancipatório que visa oportunizar aos socioeducandos sua reintegração social ainda não é aplicada em sua totalidade, o que pode obstruir a reintegração total dos adolescentes e jovens. Podemos observar que é necessário ampliar as discussões sobre a escola socioeducativa e seu papel perante a sociedade, compreendendo que é possível desenvolver práticas de letramento que correspondam e respondam as demandas dessa escola, permitindo assim aos alunos a oportunidade de reintegrar-se efetivamente na sociedade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - ***.525.604-** - IVONEIDE BEZERRA DE ARAÚJO SANTOS MARQUES - IFRN
Interna - 332207 - MARIA DO SOCORRO OLIVEIRA
Externa à Instituição - NADIA MARIA SILVEIRA COSTA DE MELO
Notícia cadastrada em: 17/08/2023 23:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao