Banca de QUALIFICAÇÃO: MARÍLIA MAIA SARAIVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARÍLIA MAIA SARAIVA
DATA : 27/02/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Plataforma Google Meet
TÍTULO:

A leitura literária subjetiva no IFRN, Campus Natal-Central: prática docente, romance e tradução intersemiótica


PALAVRAS-CHAVES:

Ensino de literatura, Leitura subjetiva, Leitura literária, Tradução
intersemiótica, IFRN.


PÁGINAS: 87
RESUMO:

Neste trabalho, problematizamos propostas metodológicas para o ensino de
literatura na educação profissional. Para isso, partimos de nossa
atuação/experiência como docente em turmas do 3º ano do ensino médio
técnico integrado à prática profissional dos cursos de Controle Ambiental,
Eletrotécnica e Administração, no IFRN, Campus Natal-Central. O debate sobre
o ensino de literatura no ensino médio de características universais já é
bastante desenvolvido, contando com referenciais teóricos relevantes como
Aguiar e Bordini (1993), Cereja (2005), Cosson (2006), Geraldi (2003), Silva
(2005), Yunes (2002), Zilberman (1991). No entanto, pesquisas sobre o ensino
de literatura para o ensino médio integrado à prática profissional ainda são
escassas. Desse modo, nosso trabalho pretende colaborar com esse campo de
estudo. Assim, nossa pesquisa, de modo qualitativo, discute sobre o processo
de ensino e aprendizagem de literatura no IFRN; elabora uma proposta de
trabalho com a leitura literária subjetiva para o ensino médio integrado à prática
profissional do Campus Natal-Central do IFRN; compreende a tradução
intersemiótica, a partir da leitura subjetiva, como uma alternativa metodológica
para o ensino de literatura na educação profissional. Para dar suporte às
discussões sobre leitura subjetiva e tradução intersemiótica, utilizamos os
seguintes autores: Rouxel (2013), Langlade (2013), Jouve (2013), Rezende
(2013), Plaza (2010). Percebemos que os estudantes demonstraram interesse
no exercício da tradução intersemiótica, pois possuem afinidade com os signos
visuais. Além disso, observamos que o contato com o texto literário também foi
enriquecido, pois, para transformar a linguagem literária em outra linguagem
artística, é necessária uma aquisição subjetiva do texto base.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1515458 - MARTA APARECIDA GARCIA GONCALVES
Interno - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Externa à Instituição - DANIELA MARIA SEGABINAZI - UFPB
Externo à Instituição - JOAO BATISTA DE MORAIS NETO - IFRN
Notícia cadastrada em: 13/02/2023 09:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao