Banca de QUALIFICAÇÃO: ADRIANA HANAYÁ FERREIRA CABRAL

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ADRIANA HANAYÁ FERREIRA CABRAL
DATA : 27/02/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 22 da ECT/UFRN
TÍTULO:

Argumentação em assembleia de classe


PALAVRAS-CHAVES:

Assembleia de classe. Rede de atividades/gêneros discursivos. Argumentação como prática social.


PÁGINAS: 102
RESUMO:

A compreensão da assembleia de classe como evento de letramento implica entender como agentes sociais se unem em prol da resolução de um problema situado da comunidade escolar. Isso ocorre porque, vista como evento de letramento, a assembleia de classe se configura como um espaço profícuo para ações de leitura, escrita, escuta e oralidade desenvolvidas como ações sociais que podem viabilizar a construção da argumentação como prática emancipatória. Assim, esta tese tem o objetivo geral de investigar, em assembleias de classe, a argumentação como prática social. Para tanto, postulamos os seguintes objetivos específicos: (i) analisar se, em assembleias de classe, a rede de atividades/gêneros discursivos instaurados viabiliza a argumentação como prática social; (ii) identificar habilidades relacionada à competência da argumentação, bem como às demais competências específicas, desenvolvidas em assembleias de classe; (iii) compreender de que forma a aprendizagem de estratégias argumentativas, em assembleias de classe, viabiliza a produção de textos orais, escritos e multimodais/multissemióticos convincentes. Do ponto de vista teórico-metodológico, trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, alicerçada nos moldes da pesquisa de intervenção, sendo de cunho interpretativista, de vertente etnográfica e inserida na Linguística Aplicada. Fundamentamo-nos na perspectiva dialógica de língua(gem); na concepção de gêneros da nova retórica; nos Estudos de Letramento de vertente sociocultural e nas pesquisas de argumentação de base interacional. Os participantes desta investigação são alunos da 3ª série do Ensino Médio de uma escola pública norte-rio-grandense e, no processo, contamos com a colaboração da equipe gestora, de professores e de um agente externo à instituição de ensino. Os instrumentos utilizados para a geração de dados foram: observação participante e notas de campo; fotografias; textos escritos e reescritos de diferentes gêneros discursivos; vídeos produzidos com as ferramentas Animaker e Canva; gravação em vídeo; questionários por meio da ferramenta Google Forms. A partir da análise dos dados, destacamos que práticas de leitura, escrita, escuta e oralidade, instauradas em assembleia de classe, por meio de uma rede de atividades/gêneros discursivos, mostram-se viabilizadoras da argumentação como prática social com vistas a mudanças sociais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2087054 - GLICIA MARILI AZEVEDO DE MEDEIROS TINOCO
Interna - ***.525.604-** - IVONEIDE BEZERRA DE ARAÚJO SANTOS MARQUES - IFRN
Externa ao Programa - 1011609 - ALANA DRIZIÊ GONZATTI DOS SANTOS - UFRNExterno à Instituição - DOROTEA FRANK KERSCH - Unisinos
Notícia cadastrada em: 13/02/2023 09:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao