Banca de QUALIFICAÇÃO: KARLA FERNANDES DE ALBUQUERQUE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KARLA FERNANDES DE ALBUQUERQUE
DATA: 29/03/2012
HORA: 09:00
LOCAL: Departamento de Odontologia
TÍTULO:

CONDIÇÃO COGNITIVA DE IDOSOS RESIDENTES EM INSTITUIÇÕES DE LONGA PERMANÊNCIA


PALAVRAS-CHAVES:

Idoso; Cognição; Instituição Longa Permanência.


PÁGINAS: 14
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

O Mini Exame do Estado Mental (MEEM) é o instrumento mais utilizado para auxiliar no diagnóstico de possíveis déficits cognitivos em indivíduos de risco, especialmente em idosos  ou como instrumento de screening para estudos que requerem  constituição de amostras. Assim o objetivo desse estudo foi revelar  as condições cognitivas de idosos residentes em três Instituições de Longa Permanência, na cidade de João Pessoa-Paraíba-Brasil. Trata-se de uma pesquisa descritiva, com uma abordagem  quanti-qualitativa de caráter transversal, realizada de janeiro a junho de 2011, com uma amostra  composta por 122 idosos.  Os dados foram  coletados por meio  da escala de avaliação cognitiva, o Miniexame do Estado Mental MEEM (Mini-mental State Examination-MMS,  e analisados com o auxilio do pacote informático SPSS.14.0, meio da Estatística Descritiva (média e desvio-padrão), através do uso de Gráficos e Tabelas para caracterização e comparação dos dados da amostra  e análises de significância com o Boxplot. Dos resultados, observou-se que 67,2% (n=82) são do sexo feminino, com  idade =79±10 anos; 27,9% (n=34) são alfabetizados; 30,3% (n=37) analfabetos;18,9% (n=23) possuem ensino fundamental; 16,4% (n=20) ensino médio; 4,1% (n=5) formação pedagógica; 2,5% (n=3) não responderam. Com relação aos dados obtidos pelo MEEM, identificou-se que55,7% dos idosos apresentaram déficit cognitivo revelando um screening de 51(33%) dos sujeitos com funções cognitivas preservadas, dos quais 08 são da Aspan, 13 idosos residem na vila Vicentina e 30 no lar da providência. Observou-se ainda em uma das instituições resultados significativamente inferiores no que tange a memória de evocação. Verificou-se que o MEEM foi eficaz no rastreamento cognitivo além de detectar transtorno cognitivo leve, uma vez que o parâmetro que melhor prediz esse transtorno é a memória de evocação. Os resultados são sugestivos à  utilização de outra escala psicométrica, em curto prazo e rotineiramente nas referidas instituições, como meio de confirmar os achados e implantar medidas de prevenção aos agravos à saúde, tendo em vista que os referidos déficits são capazes de causar prejuízos na vida diária do idoso, constituindo possíveis indicações de tratamento e intervenções severas, podendo interferir na qualidade de vida do idoso.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149531 - IRIS DO CEU CLARA COSTA
Externo ao Programa - 338218 - CLELIA ALBINO SIMPSON
Externo ao Programa - 396864 - FRANCISCO ARNOLDO NUNES DE MIRANDA
Notícia cadastrada em: 26/03/2012 16:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao