Banca de DEFESA: MICHELLE DE MEDEIROS AIRES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MICHELLE DE MEDEIROS AIRES
DATA: 05/08/2011
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Reuniões do CONSEC-CCS
TÍTULO:

ESTUDO DE SUPERFÍCIES DE TITÂNIO MODIFICADAS TERMOQUIMICAMENTE POR PLASMA NA RESPOSTA BIOLÓGICA


PALAVRAS-CHAVES:

Seletividade celular, biocompatibilidade, tratamento por plasma, biofilme, Staphylococcus epidermidis, Pseudomonas aeruginosa


PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Biomédica
SUBÁREA: Engenharia Médica
ESPECIALIDADE: Biomateriais e Materiais Biocompatíveis
RESUMO:

O titânio é um material muito utilizado em aplicações biomédicas. Assim, o entendimento da interação de sua superfície com ou sem modificação físico-química, com diferentes meios de cultura é de fundamental importância. No presente estudo, superfícies de titânio foram modificadas através de tratamento termoquímico a plasma. Utilizou-se a técnica de nitretação para modificar as propriedades topográficas e químicas da superfície do titânio. Acredita-se que essas propriedades possuem forte influência sobre a resposta biológica quando essas superfícies são colocadas em meios de cultura. Para tanto, uma avaliação da análise de fase cristalina, topografia, rugosidade, molhabilidade e concentração de nitrogênio nas superfícies das amostras foram previamente determinadas. Com o intuito de avaliar a resposta biológica, as superfícies modificadas foram expostas nos seguintes meios de cultura: celular (osteoblasto humano) e bacteriano (Staphylococcus epidermidis ATCC35984 e Pseudomonas aeruginosa ATCC 27853). Uma análise comparativa das propriedades topográficas e químicas da superfície com o comportamento celular e de microorganismos foi realizada. A resposta celular foi avaliada através de duas estratégias diferentes, a saber: (i) Exposição de um tipo de superfície para cada cultivo celular e (ii) Exposição de duas superfícies diferentes num mesmo cultivo de células.  Avaliou-se a adesão, proliferação, morfologia e preferência de células osteoblásticas humanas (HOST). Essa última foi determinada comparando a proliferação celular nas duas estratégias. Através da microscopia eletrônica de varredura (MEV) foram também analisadas a formação de biofilme e proliferação de bactérias, bem como, a preferência de microrganismos sobre superfícies de titânio.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 347652 - CLODOMIRO ALVES JUNIOR
Externo ao Programa - 2477216 - NAISANDRA BEZERRA DA SILVA
Externo à Instituição - MARCUS VINICIUS LIA FOOK - UFCG
Notícia cadastrada em: 05/08/2011 11:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao