Banca de DEFESA: JANINY LIMA E SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JANINY LIMA E SILVA
DATA : 19/03/2022
HORA: 14:00
LOCAL: DEFESA REMOTA - https://meet.google.com/ddu-rnbd-fzk
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DAS PROPRIEDADES PSICOMÉTRICAS DA VERSÃO BRASILEIRA DO PRENATAL SELF-EVALUATION QUESTIONNAIRE (PSEQ)


PALAVRAS-CHAVES:

Propriedades psicométricas; Validação; Confiabilidade; Avaliação em saúde. Gravidez.


PÁGINAS: 15
RESUMO:

O bem-estar psicossocial se contrapõe à vulnerabilidade inerente ao período gestacional e se caracteriza pelo controle de riscos que podem afetar a saúde materno-infantil, como fatores próprios e alheios à escolha da mulher. Dessa forma, mostra-se fundamental o acompanhamento e avaliação dos diversos fatores relacionados ao desenvolvimento gestacional, dentre estes a adaptação psicossocial materna, assim os profissionais de saúde poderão intervir preventivamente a partir de medidas educativas. Considerando-se o Prenatal Self-Evaluation Questionnaire (PSEQ) um instrumento completo para a avaliação da adaptação psicossocial materna, envolvendo dimensões como o Bem-estar da mãe e do bebê (BMB), a Aceitação da gravidez (AG), a Identificação com o papel materno (IPM), a Preparação para o trabalho de parto (PTP), o Controle no trabalho de parto (CTP), o Relacionamento com a mãe (RM) e o Relacionamento com o companheiro (RC), propõe-se a análise das propriedades psicométricas desse instrumento com gestantes brasileiras. O protocolo foi aplicado com 409 gestantes adultas e adolescentes, usuárias de serviços públicos de saúde do Rio Grande do Norte em atendimento obstétrico de baixo e alto-risco. A amostra final no estudo foi de 400 voluntárias. O valor de α de Cronbach para o escore geral foi de 0,89. A análise da validade de construto aponta correlações positivas e significativas entre todos os domínios do PSEQ que variaram de 0,14 a 0,56. Já a correlação entre os domínios e o escore geral mostrou-se da seguinte forma: BMB (r=0,64), AG (r=0,60), IPM (r=0,57), PTP (r=0,55), CTP (r=0,73), RM (r=0,62), RC (r=0,62), sendo todas as correlações significativas com p<0,01. Na análise da validade discriminante, observou-se que mulheres adultas, com maior nível educacional, empregadas e com planejamento gestacional mostram maior adaptação psicossocial à gravidez. O PSEQ aborda os principais fatores relacionados à adaptação psicossocial materna durante a gestação, sendo um instrumento útil e confiável para uso no Brasil, na prática profissional da obstetrícia.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1199080 - ANA KATHERINE DA SILVEIRA GONCALVES DE OLIVEIRA
Externo à Instituição - DIEGO DE SOUSA DANTAS
Externo à Instituição - JOSÉ ELEUTÉRIO JÚNIOR - UFC
Externa ao Programa - 2149416 - MARIA DA CONCEICAO DE MESQUITA CORNETTA
Externa ao Programa - 2786809 - MARIA THEREZA ALBUQUERQUE BARBOSA CABRAL MICUSSI
Notícia cadastrada em: 17/03/2021 19:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao