Banca de DEFESA: SÁVIO FERREIRA CAMARGO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SÁVIO FERREIRA CAMARGO
DATA : 03/02/2022
HORA: 09:00
LOCAL: DEFESA REMOTA - https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/eduardo-60
TÍTULO:

COMPORTAMENTO DE MOVIMENTO DURANTE A GRAVIDEZ E DESFECHOS MATERNO-FETAIS EM MULHERES COM DIABETES GESTACIONAL


PALAVRAS-CHAVES:

diabetes gestacional, desfechos de saúde, atividade física, comportamento sedentário


PÁGINAS: 75
RESUMO:

O diabetes mellitus gestacional (DMG) é a complicação de saúde mais comum na gestação. O DMG pode resultar em importantes desfechos maternofetais adversos, para os quais padrões adequados de comportamento de movimento (CM) (ser fisicamente ativo e ter baixo comportamento sedentário (CS)) podem se configurar em fator de proteção. As associações entre o CM, incluindo atividade física (AF) e CS, e os desfechos materno-fetais no DMG ainda não estão totalmente claros. O objetivo deste estudo foi investigar as associações entre CM e desfechos materno-fetais adversos em mulheres com DMG. Um total de 68 mulheres com DMG (20–35 semanas, 32,1 ± 5,8 anos) foram incluídas neste estudo piloto de caso-controle. Os casos foram definidos pela presença de um desfecho composto (nascimento pré-termo, recém-nascido grande para idade gestacional e hipoglicemia neonatal). Os controles foram definidos como não ocorrência de desfecho materno-fetal adverso. Intensidades e domínios de AF, número de passos por dia (pedômetro) e CS foram analisados. Um total de 35,3% das participantes apresentaram desfecho materno-fetal adverso (n = 24). Os controles mostraram um nível de AF de intensidade moderada maior que os casos (7,5, 95%CI 3,6-22,9 vs. 3,1, 95%CI 0,4-10,3 MET-h/semana; p = 0,04). O nível de AF de intensidade moderada foi associado com um risco menor de desfechos materno-fetais adversos (OR 0,21, IC95% 0,05-0,91). Nenhuma associação significativa foi observada para outras medidas de AF e CS (p > 0,05). Em conclusão, a AF de intensidade moderada durante a gravidez parece ter um papel protetor contra desfechos materno-fetais adversos em mulheres com DMG.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2682821 - EDUARDO CALDAS COSTA
Externa ao Programa - 2786809 - MARIA THEREZA ALBUQUERQUE BARBOSA CABRAL MICUSSI
Externo à Instituição - MARLOS RODRIGUES DOMINGUES - UFPel
Notícia cadastrada em: 27/01/2021 14:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao