Banca de DEFESA: EUCLIDES MOREIRA NETO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EUCLIDES MOREIRA NETO
DATA : 03/12/2021
HORA: 08:30
LOCAL: Remoto
TÍTULO:


ANÁLISE DAS REPRESENTAÇÕES TEXTUAL-DISCURSIVAS EM
“O PROCESSO DO CAPITÃO DREYFUS”, PRIMEIRO CAPÍTULO DE “CARTAS DE INGLATERRA” DE RUI BARBOSA


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: Representações textual-discursivas. Dreyfus. Cerimônia de degradação. Predicação. Referenciação. Modalização. Modificação. Localização.


PÁGINAS: 326
RESUMO:

A tese: “Análise das Representações textual-discursivas em „O processo do capitão Dreyfus‟, primeiro capítulo de „Cartas de Inglaterra‟ de Rui Barbosa” tem como objetivo geral analisar e descrever o fenômeno linguístico da Representação textual-discursiva (Rtd) e sua argumentatividade. Essa meta ramifica-se em três objetivos específicos: 1) Identificar as Representações textual-discursivas de Dreyfus e da cerimônia de degradação nos enunciados- Rtd, 2) Analisar e descrever os sentidos do léxico e sua argumentatividade para 3) interpretar a Representação textual-discursiva pelas categorias semânticas de análise: a Predicação, a Referenciação, a Modalização, a Modificação e a Localização. A pesquisa segue os pressupostos da Linguística de Texto (LT), por meio da teoria “da produção co(n)textual de sentido”, que é a Análise Textual dos Discursos (ATD) e, assim, ela conforma-se à LT pela ATD consoante os estudos de Adam (2011) e, também seguindo os pressupostos da Lógica Natural de Grize (1990, 1993), como principais mentores do arcabouço teórico. A Linguística de texto é um estudo que toma o texto como seu objeto de pesquisa. A Análise Textual dos Discursos é uma proposta teórica de Adam (2011) que tem a perspectiva de “uma teoria da produção co(n)textual de sentido que deve necessariamente, ser fundamentada na análise de textos concretos”. Há quatro questões a serem respondidas depois das análises: primeira – o léxico escolhido por Rui Barbosa na construção da Rtd possui valor argumentativo no sentido com que está textualizado? Segunda – há imanência de sentido entre o léxico e a argumentação? A terceira - Qual o papel argumentativo das analogias na construção da Rtd? E, a Quarta – “Esquematização” de Grize e “Representação discursiva” de Adam são categorias semânticas equivalentes, que distinção pode haver entre si? Pelos objetivos e por essas questões, formula-se a hipótese de que: em todo texto, há profusa argumentatividade no sentido dos termos empregados. Logo, as Representações textual-discursivas, construídas pelo léxico, na predicação, na referenciação, na modalização, na modificação e na localização carregam forte teor argumentativo imanente aos sentidos textualizados. A metodologia da pesquisa tem uma abordagem quali-quantitativa, de natureza básica; descritiva quantos aos objetivos e de procedimentos bibliográficos. A metodologia efetuou-se com a identificação dos enunciados-Rtd colhidos ao texto do Corpus e dispostos em quadro específico. O texto foi estabelecido, suas linhas contadas e atribuiu-se um plano de texto segundo os temas abordados, criou-se um quadro de análise, nele indicando-se o enunciador, o tema em análise, e as categorias de análise identificadas. As análises procederam-se descritivamente e, as predicações, além de descritas, são esquematizadas partindo da centralidade do verbo para seus argumentos. Para o tema “Dreyfus” foram analisados 34 enunciados-Rtd e, para o tema “cerimônia de degradação” analisaram-se 16. Os resultados organizam-se com o cumprimento dos objetivos: as Rtd foram identificadas, organizadas e analisadas; seus sentidos são descritos em seu teor argumentativo; interpreta-se o sentido do léxico empregado e seu valor de argumentação. As questões de pesquisa são respondidas: o léxico possui argumentatividade, porque há imanência entre seu sentido e a argumentação, verifica-se que as analogias possuem força na orientação argumentativa. A referenciação ramifica-se, assim como a predicação, conforme sugestão de Oliveira, A. (2014), e ainda especificou-se a modificação.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349707 - LUIS ALVARO SGADARI PASSEGGI
Interna - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Externo ao Programa - 1168647 - MARIO LOURENCO DE MEDEIROS
Externa à Instituição - ANAHY SAMARA ZAMBLANO DE OLIVEIRA - UPE
Externo à Instituição - ANANIAS AGOSTINHO DA SILVA - UFERSA
Externa à Instituição - MARIA ELIETE DE QUEIROZ - UERN
Notícia cadastrada em: 22/11/2021 08:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao