Banca de DEFESA: MARIA FABIANA MEDEIROS DE HOLANDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA FABIANA MEDEIROS DE HOLANDA
DATA : 22/06/2017
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO D DO CCHLA
TÍTULO:

REVISTA MUNDO ESTRANHO: CAPA E RESSONÂNCIA DIALÓGICA


PALAVRAS-CHAVES:

Capa de revista. Revista Mundo Estranho. Linguagem verbo-visual. Relação dialógica.


PÁGINAS: 125
RESUMO:

Estudiosos das mais diversas áreas, não apenas da Linguística Aplicada, têm concentrado esforços no sentido de elucidar e de ampliar as discussões sobre os gêneros discursivos, especialmente os de natureza verbo-visual como é o caso da capa de revista. Esta pesquisa tem como objetivo geral, sob a perspectiva do Círculo de Bakhtin, analisar as capas da revista Mundo Estranho como enunciado concreto, a fim de perceber as relações dialógicas entre a dimensão verbal e a visual. Por questões teórico-metodológicas, a análise incide sobre quatro capas referentes aos meses de outubro (2015), março (2016), junho (2016) e fevereiro (2017) para compor a geração dos dados. A abordagem desta pesquisa é de base qualitativo-interpretativista, uma vez que enfoca questões particulares da realidade social que não podem ser quantificadas, pois criam um universo de possibilidades, de aspirações, de valores e de atitudes. Por isso, analisa a forma como se estabelecem as relações verbo-visuais na constituição do enunciado, a saber: imagem, diagramação, manchetes, cores, título e resumo principal da matéria principal, bem como as motivações ideológicas da empresa em relação aos fatos anunciados que são de fundamental importância para compreender as relações dialógico-valorativas que, conforme a fundamentação teórica assumida na pesquisa, atravessam todo e qualquer projeto de dizer. Como aporte teórico, utiliza conceitos inter-relacionados, tais como: signo ideológico, enunciado concreto, gêneros discursivos, carnavalização e relações dialógicas por meio das concepções advindas do Círculo de Bakhtin, bem como de seus divulgadores como Brait (2014) e Faraco (2009). Esta pesquisa não promove um fim, mas outras possibilidades de análise da linguagem verbo-visual. Os resultados apontam que o sentido, nesse gênero, tem sua construção na relação dialógica entre a dimensão verbal e visual, cabendo ao leitor recuperar o fio discursivo que os une. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Externo ao Programa - 3943432 - JOSENILDO SOARES BEZERRA
Externo à Instituição - MIRIAM BAUAB PUZZO - Unitau
Notícia cadastrada em: 05/06/2017 08:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao