Banca de QUALIFICAÇÃO: GUIANEZZA MESCHERICHIA DE GOIS SARAIVA MEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUIANEZZA MESCHERICHIA DE GOIS SARAIVA MEIRA
DATA: 15/05/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório "B" do CCHLA
TÍTULO:

Rupturas e permanências nos discursos femininos: estudo crítico  na fanpage Claudia online


PALAVRAS-CHAVES:

Análise Crítica do Discurso. Fanpage Claudia online. Papéis femininos. Mudanças sociais. Identidades


PÁGINAS: 115
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

Os papéis assumidos pelas mulheres na modernidade recente (MOITA LOPES, 2013) despertaram o interesse de inúmeros pesquisadores, nacionais e internacionais. O termo “emancipação” gera discordâncias e polêmicas, uma vez que a mulher ingressou no mercado de trabalho, porém continua a exercer os papéis impostos socialmente – o de mãe, esposa e dona de casa. Paralelo a isso, as revistas femininas, em especial a revista Claudia, adotaram como propósito orientar as mulheres em diversos segmentos, dentre eles, a educação dos filhos, os cuidados com o lar, como agradar o cônjuge, o que vestir e como ter sucesso na carreira profissional. Diante desse contexto, esta tese tem como objetivo analisar os discursos nas postagens da fanpage Claudia online, verificando como estas discutem os papéis femininos, as relações de poder, as mudanças sociais e a (trans)formação das identidades. Teoricamente, recorreremos aos postulados da Análise Crítica do Discurso (ACD), especificamente, à Abordagem Sociológica e Comunicacional do Discurso (ASCD), que por sua vez, está sendo desenvolvida na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em concomitância com a Universidade Federal de Sergipe, coordenada pela professora Dra. Cleide Emília Faye Pedrosa. Esta pesquisa recorrerá à Linguística Sistêmico-Funcional (LSF), especificamente, ao Sistema de Avaliatividade, além de recorrer à Sociologia para a Mudança Social e aos Estudos Culturais. No que diz respeito aos aspectos metodológicos, indicamos que essa pesquisa pauta-se em um paradigma qualitativo-interpretativista (MOITA LOPES, 2006), inserido no âmbito das Ciências Humanas e Sociais, com foco na Linguística Aplicada (LA). Nosso corpus é composto por trinta e duas postagens, categorizadas em oito perfis femininos. Os resultados indicam que a fanpage Claudia online discute os papéis que as mulheres exercem em nosso meio social. Alguns desses papéis foram solidificados devido aos parâmetros conservadores da sociedade, perpetuando-se por muitas gerações, como naturalizados ao sexo feminino. Na modernidade recente, as mulheres passaram a exercer outros papéis, dentre eles, podemos destacar a mulher que trabalha fora, investe na formação acadêmica, frequenta a academia diariamente, dirige automóvel, participa das reuniões escolares dos filhos, vai ao salão de beleza, administra o próprio salário, delega funções à secretária doméstica, enfim, executa muitas tarefas concomitantemente, configurando-se assim, em um acúmulo de tarefas exercidas pelas mulheres, implicando, em algumas situações, na atribuição do rótulo de “mulher maravilha”.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CLEIDE EMILIA FAYE PEDROSA - UFS
Interno - 332207 - MARIA DO SOCORRO OLIVEIRA
Presidente - 1168633 - MARILIA VARELLA BEZERRA DE FARIA
Notícia cadastrada em: 05/05/2015 11:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao