Banca de QUALIFICAÇÃO: WILLAME SANTOS DE SALES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WILLAME SANTOS DE SALES
DATA: 20/12/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de reuniões do DLET (antigo Salão Vermelho)
TÍTULO:

 

TÍTULO DO TRABALHO:  A CONSTRUÇÃO ESTILÍSTICA NO ROMANCE A PORTA E O VENTO, DE JOSÉ BEZERRA GOMES


PALAVRAS-CHAVES:

 José Bezerra Gomes; romance; relações dialógicas; vozes sociais; estilo.


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

RESUMO

A presente pesquisa tem por objetivo capital investigar o processo de construção estilística na prosa romanesca de José Bezerra Gomes, tomando como corpus o romance A Porta e o Vento. Para alcançar tal objetivo, pretendo: a) analisar as vozes sociais estratificadas na mencionada obra, bem como as relações que elas estabelecem com a voz do autor, perguntando que vozes são essas, que relações estabelecem entre si e com a voz do autor; b) investigar como as articulações entre essas vozes presentes no romance (relação eu – outro, minha voz – vozes alheias) atuam na e para a construção do estilo romanesco presente em A Porta e o Vento, questionando como se dá essa articulação entre as vozes sociais e de que maneira elas atuam na evidenciação do estilo presente na obra; e c) explicitar, a partir da obra em questão, o posicionamento sócio-ideológico diferenciado do autor frente aos discursos circulantes em sua e em outras épocas, indagando que posicionamento é esse e como é possível diferenciá-lo frente os demais posicionamentos circulantes na cadeia discursiva. Os fundamentos teóricos sobre os quais se assenta esta empresa estão relacionados às ideias difundidas pelo chamado Círculo de Bakhtin, especialmente as noções de linguagem dialógica, palavra literária, enunciado concreto, vozes sociais e estilo/estilística sociológica. Quanto à orientação metodológica, o trabalho caracteriza-se por adotar o paradigma interpretativista de base sócio-histórica, situando-se, ainda, no grande campo da Linguística Aplicada, área de investigação indisciplinar e fronteiriça cujo foco primordial é a linguagem concretamente situada. A análise dos discursos presentes na obra A Porta e o Vento possibilitou-me escutar diversas vozes sociais ali encarnadas, enxergar diversas formas de diálogo, inúmeras visões de mundo em embate constante que, em razão do gerenciamento e do acabamento dados pelo autor, acabam por conferir-lhe um tom, um estilo peculiar frente aos demais discursos e estilos circulantes em seu meio.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Externo ao Programa - 277306 - JOAO MARIA PAIVA PALHANO
Presidente - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Notícia cadastrada em: 17/12/2013 15:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao