Banca de QUALIFICAÇÃO: ALEXANDRO TEIXEIRA GOMES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALEXANDRO TEIXEIRA GOMES
DATA: 19/08/2013
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório "D"
TÍTULO:

A responsabilidade enunciativa na sentença judicial condenatória


PALAVRAS-CHAVES:

 

 

Análise Textual dos Discursos; Responsabilidade Enunciativa; Discurso Jurídico; Sentença Condenatória


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:

A Análise Textual dos Discursos tem sua origem no âmbito da Linguística Textual e se propõe a estudar a produção co(n)textual de sentido fundamentada na análise de textos concretos, oferecendo elementos para o entendimento do texto como uma prática discursiva analisado à luz de determinados planos ou níveis de análise linguística. Nesse sentido, é nosso propósito, nesta investigação, identificar, descrever, analisar e interpretar a sentença judicial enunciada pelo juiz, buscando estudar a responsabilidade enunciativa e quais as implicações do posicionamento enunciativo do locutor-enunciador na orientação argumentativa do gênero. Para tanto, seguimos os aportes teóricos da Análise Textual dos Discursos (ADAM, 2011) e da Linguística Enunciativa,  a partir de vários autores, entre eles, Guentchéva (1994), Rabatel (2003, 2008, 2009, 2010) e Nølke (2001, 2004, 2009, 2013). Nessa direção, investigamos a  responsabilidade enunciativa, através das seguintes categorias de análise: as modalidades e os indicadores de quadros mediativos.  No que concerne a abordagem jurídica da tese, nossa ancoragem teórica segue vários autores, entre eles, Petri (1994), Soto (2001), Álvarez (2002), Alves (2003) Bittar (2010), Asensio  & Polanco (2011), Montolío & López Samaniego (2008) e Montolío (2002, 2010, 2011, 2012). Nosso corpus se constitui de 14 sentenças condenatórias provenientes de processos criminais oriundos da comarca de Currais Novos-RN, resultantes de processos concluídos no ano de 2012, ano imediatamente anterior à nossa coleta. Os resultados decorrentes da descrição, análise, discussão e interpretação dos dados revelam como o juiz, a partir de várias instâncias enunciativas, constrói a sentença judicial, o que nos permitiu compreender a configuração da (não) assunção da responsabilidade enunciativa e as implicações do seu posicionamento enunciativo na orientação argumentativa do gênero discursivo em estudo. Essa tese contribui para o avanço dos estudos da análise textual dos discursos, impactando no que diz respeito às pesquisas que se consagram ao tema.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Interno - 349707 - LUIS ALVARO SGADARI PASSEGGI
Interno - 348014 - MARISE ADRIANA MAMEDE GALVAO
Externo à Instituição - VIRGÍNIA COLARES SOARES FIGUEIRÊDO ALVES - UNICAP
Notícia cadastrada em: 31/07/2013 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao