Banca de DEFESA: CARLOS ROBERTO RODRIGUES BARATA JUNIOR - (Retificação)

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: CARLOS ROBERTO RODRIGUES BARATA JUNIOR

DATA: 04/10/2010

HORA: 00:00

LOCAL: CCHLA

TÍTULO:

O eterno espanto: uma leitura estética em Mário Quintana


PALAVRAS-CHAVES:

Antimodernidade. Modernidade. Poesia. Sublime.


PÁGINAS: 100

GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes

ÁREA: Letras

SUBÁREA: Literatura Comparada

RESUMO:

Este trabalho tem por objetivo ler o fenômeno do Sublime como principal preocupação estética na obra do poeta brasileiro Mario Quintana. A pesquisa fundamentou-se na abordagem dialógica pela qual Mario Quintana observava a vida e a poesia. A compreensão assumida é a de que tal preocupação estética é uma resposta à modernidade, que cerceia o homem pós-guerra. Imerso em sua preocupação estética, Mario Quintana arquiteta, através de sua poesia, um meio de retornar a humanidade ao homem. Nesta intentona de ruptura, Mario Quintana retorna à tradição através do espanto ao lado riso.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Interno - 1496892 - MARCIO VENICIO BARBOSA
Externo à Instituição - AURISTELA CRISANTO DA CUNHA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 29/09/2010 08:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao