Banca de DEFESA: CEFLA DE MEDEIROS GONCALVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CEFLA DE MEDEIROS GONCALVES
DATA : 19/07/2022
HORA: 14:30
LOCAL: Videoconferência - Plataforma Google Meet
TÍTULO:

Entre distopia e ficção científica: a construção identitária de Lacie Pound no episódio Nosedive da série Black Mirror 

 
 
 

PALAVRAS-CHAVES:

 Black MirrorNosedive. Gêneros discursivos. Linguagem. Identidade.

 
 
 
 

PÁGINAS: 168
RESUMO:

Nesta dissertação, objetiva-se estabelecer, a partir dos pressupostos teóricos-metodológicos de BAKHTIN (2002; 2010; 2011; 2015; 2016; 2017; 2018), VOLÓCHINOV (2017) e MEDVIÉDEV (1994), uma análise discursiva do processo de construção identitária da personagem principal, Lacie Pound, a partir do episódio Nosedive, da série britânica Black Mirror, aspirando compreender como as interações que Lacie desenvolve com os outros personagens atravessam a sua identidade (HALL, 2015) e como a jornada da protagonista reflete e refrata questões da sociedade atual. Nesse sentido, pretende-se analisar como a série Black Mirror e, principalmente, o episódio Nosedive, aponta para temáticas ligadas à sociedade hipermoderna (LIPOVETSKY, 2020) e digital (HAN, 2019). Além disso, dentro da esfera de extremismo social da narrativa, intenciona-se analisar como se dá o hibridismo de gênero, o qual ocorre por meio da junção dos gêneros discursivos ficção científica (SUVIN, 1979; BRUNNER, 1971) e distopia (MOYLAN, 2016). Por fim, esta pesquisa também pretende analisar como ocorre a construção do corpo grotesco no enredo ficcional por meio do corpo de Lacie, evidenciando as práticas sociais que excluem aqueles que fogem do padrão de arquétipo corporal difundido na hipermodernidade. Situando-se na Linguística Aplicada, sobretudo em seu caráter indisciplinar (MOITA LOPES, 2006), e com o fito de abordar as práticas sociais dos sujeitos ficcionais, este estudo adota o método indiciário (GINZBURG, 1989), o cotejamento dialógico (GERALDI, 2012; MIOTELLO, 2017) e a perspectiva verbivocovisual (PAULA, 2017), assumindo, portanto, uma orientação dialogizada. Nesse viés, elencamos 19 cenas de Nosedive, as quais serão nosso arcabouço de análise, apresentadas por meio de figuras e diálogos retirados do episódio. Como resultados de pesquisa, percebemos que o hibridismo de gênero entre a distopia e a ficção científica formula a narrativa de Black Mirror e do episódio em análise, bem como possibilita ao espectador reflexões acerca de um cronotopo hipermoderno e hiperconectado. Por fim, identificamos, em nossa análise, que o processo de construção identitária de Lacie é marcado pela relação conflituosa de alteridade que a personagem mantém com os sujeitos que integram a sua vida, na medida em que seu fascínio e suas expectativas quanto ao ranqueamento existente na sociedade são corrompidos. Nesse sentido, a identidade da protagonista se mostra fluida e inacabada, tendo em vista que a sua jornada possibilita contínuas transformações.

 

 

 

 

 
 
 
 

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1168633 - MARILIA VARELLA BEZERRA DE FARIA
Interna - ***.613.914-** - MARIA BERNADETE FERNANDES DE OLIVEIRA - UFRN
Externa à Instituição - LUCIANE DE PAULA - UNESP
Notícia cadastrada em: 27/06/2022 10:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao