Banca de QUALIFICAÇÃO: MADSON BRUNO SOARES ESTEVAM

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MADSON BRUNO SOARES ESTEVAM
DATA : 11/04/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Ambiente virtual na plataforma meet
TÍTULO:


 


“A MEU VER OUTRA FORMA DE RESOLVER ESSA QUESTÃO SERIA”: DISPOSITIVOS ENUNCIATIVOS EM ARTIGOS DE OPINIÃO FINALISTAS DA OLIMPÍADA DE LÍNGUA PORTUGUESA


PALAVRAS-CHAVES:

 

 

Plano de texto. Ponto de vista. Responsabilidade enunciativa. Artigo de opinião. Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro. 


PÁGINAS: 309
RESUMO:

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro vem sendo implementada, juntamente a outras ações do Programa Escrevendo o Futuro, na melhoria da educação básica brasileira, com foco no ensino dos gêneros discursivos textuais em língua materna. Na edição de 2016, mais de 90% dos municípios aderiram à competição e promoveram o processo de ensino-aprendizagem. Considerando esse certame como relevante no cenário educacional, neste trabalho, situado no campo dos estudos linguísticos do texto, estabelecemos, como objetivo geral, investigar os dispositivos enunciativos concernentes ao plano de texto, à responsabilidade enunciativa e à orientação argumentativa evidenciada pelos conectores argumentativos em artigos de opinião finalistas da Olimpíada de Língua Portuguesa. Como objetivos específicos, apresentamos os seguintes: (1) descrever o plano de texto dos artigos de opinião finalistas da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, edição de 2016; (2) identificar e descrever marcas linguísticas que indicam o ponto de vista dos candidatos;  (3) analisar a responsabilidade enunciativa nas produções textuais finalistas; (4) verificar como ocorre o uso de vozes alheias nos textos finalistas, categorizando-as, conforme formações sociodiscursivas a que pertencem; (5) examinar como ocorre a orientação argumentativa dos enunciados desses artigos de opinião, por meio da análise dos conectores argumentativos, classificando-os consoante Adam (2011). A teoria que embasou a investigação foi a Análise Textual dos Discursos, quadro teórico fomentado por Adam (2011, 2017, 2019, 2021, 2022), no qual a Linguística Textual é vista com um subdomínio das práticas discursivas. Além desse pressuposto, o trabalho também é embasado por autores que tratam sobre aspectos enunciativos, como Rabatel (2016, 2017, 2018, 2021), Rodrigues et al (2010), Rodrigues (2016, 2021), Passeggi et al. (2010), Guenthéva (1994, 2011, 2014), entre outros. Adotamos uma metodologia com viés qualitativo e quantitativo. Seguimos o método, sobretudo, indutivo, a fim de proceder às generalizações. A pesquisa ancorada nos dados cumpriu, assim, a identificação dos fenômenos, suas descrições, análises e interpretações. Os resultados demonstram que o plano de texto utilizado pelos participantes foi o fixo, possuindo a estrutura típica do gênero, com título, autoria, introdução, desenvolvimento e conclusão; ademais, os locutores enunciadores primeiros (L1/E1) tenderam a assumir a responsabilidade enunciativa, se comportando como articulistas em relação às temáticas de âmbito local, mas utilizaram também vozes alheias, principalmente as dos moradores, dependendo do objetivo empreendido na enunciação, porquanto o tema do concurso foi “O lugar onde vivo”; além disso, concernente à orientação argumentativa evidenciada pelos conectores argumentativos, os conectores argumentativos mais empregados foram o “mas”, o “pois”, o “assim” e o “apesar de”, introduzindo argumentos e contra-argumentos que auxiliaram na construção dos pontos de vista e no gerenciamento de vozes nos artigos de opinião. Por fim, os resultados desse estudo contribuem ao desvelamento desse gênero textual discursivo, em seus aspectos estruturais, enunciativos e argumentativos, e aponta os mecanismos empregados pelos participantes na construção de textos modelos inseridos na composição desse certame tão relevante na conjuntura da educação básica brasileira.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Externa à Instituição - ELIS BETÂNIA GUEDES DA COSTA
Externa à Instituição - MARIA INÊS BATISTA CAMPOS - USP
Externa à Instituição - ROSANGELA ALVES DOS SANTOS BERNARDINO
Externa à Instituição - SUELI CRISTINA MARQUESI - PUC - SP
Notícia cadastrada em: 10/03/2022 08:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao