Banca de DEFESA: ANDRÉA CRISTINA SOARES COSTA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDRÉA CRISTINA SOARES COSTA
DATA : 28/07/2020
HORA: 15:00
LOCAL: sala de conferência virtual
TÍTULO:

 

 

 TÍTULO: LETRAMENTOS NO MUSEU: AGÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL


PALAVRAS-CHAVES:

 

Palavras-chave: Letramentos. Museu. Agência catalisadora de letramentos. Desenvolvimento social.


PÁGINAS: 153
RESUMO:

 

 

 

RESUMO

 

Os museus são espaços educativos não formais que propiciam a organização de atividades e ações que englobam, ao mesmo tempo, diversas áreas do conhecimento, sendo a inter/transdisciplinaridade uma característica inerente desses espaços e que atravessa toda a sua dinâmica de funcionamento e rotinas. Em vista da compreensão de que o espaço museal pode ser percebido sob diversos olhares e perspectivas, este estudo se desenvolve tendo como cenário uma instituição museológica situada no interior do estado do Ceará. A pesquisa está situada na Linguística Aplicada, campo que se reconhece transdisciplinar e aberto a diálogos com outros campos/áreas do conhecimento. O principal objetivo da pesquisa é compreender como o referido museu atua como agência catalisadora de letramentos. No âmbito teórico, o estudo está fundamentado nas postulações dos Estudos do Letramento (STREET, 1984; BARTON e HAMILTON, 1993, 1998; KLEIMAN, 1995; 2001; OLIVEIRA, 2008; ROJO, 2009; PAZ, 2008), elegendo como categorias de análise os elementos: participantes, domínio, artefatos e atividades, estabelecidos por Hamilton (2000); na abordagem social de gênero inspirada na Nova Retórica (BAZERMAN, 2005, 2006, 2007; MILLER, 1984, 2009); na Nova Museologia (CHAGAS, 1994; MOUTINHO, 2014; GABRIELE, 2014; TOLENTINO, 2016).  No aspecto metodológico, a pesquisa acolhe a abordagem qualitativa (BOGDAN; BILKLEN, 1994; CHIZZOTTI, 2000) de base interpretativista (MOITA LOPES, 2006), assumindo viés etnográfico. O corpus da pesquisa compreende 05 eventos de letramento observados no museu, observações e anotações de campo, questionários aplicados a 05 profissionais do museu (funcionários e diretores), roda de conversa com uma turma de 7° ano, visitante do museu. A relevância da pesquisa reside em três aspectos: a) nas contribuições que proporcionará aos Estudos do Letramento, sobretudo em pensar o museu como agência catalisadora de letramentos; b) na colaboração para o desenvolvimento dos trabalhos na Linguística Aplicada; c) no destaque da potencialidade de diálogos transdisciplinares entre os Estudos do Letramento e a Museologia. A análise dos dados evidencia que o museu assume papéis sociais diversos, evidenciando a sua capacidade multifacetada de informar, educar, catalisar letramentos e estimular agentes de letramento, mediante a promoção de exposições permanentes e temporárias, atividades de visitação, lançamentos de livros, viabilização de palestras e rodas de conversa, bem como outras atividades/eventos que possam emergir de novas demandas. Nesse sentido, concluímos que a troca de saberes entre a Museologia e os Estudos do Letramento é capaz de gerar uma aproximação entre esses campos e também de produzir uma significativa discussão entre a atuação do museu como agência catalisadora de letramentos e sua predisposição na colaboração do desenvolvimento social local.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1674285 - ANA MARIA DE OLIVEIRA PAZ
Externa à Instituição - MARIA CECÍLIA FILGUEIRAS LIMA GABRIELE - UnB
Interna - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Presidente - 332207 - MARIA DO SOCORRO OLIVEIRA
Externa à Instituição - NADIA MARIA SILVEIRA COSTA DE MELO - UERN
Notícia cadastrada em: 09/07/2020 17:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa28-producao.info.ufrn.br.sigaa28-producao