Banca de DEFESA: LARISSA CRISTINA VIANA LOPES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LARISSA CRISTINA VIANA LOPES
DATA : 15/06/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Online
TÍTULO:

 

 

 

O PASSADO NO CHÃO DO PRESENTE EM CAETÉS, SÃO BERNARDO E ANGÚSTIA


PALAVRAS-CHAVES:

 

PALAVRAS-CHAVE: Memória. Rastro. Narrador personagem. Graciliano Ramos.


PÁGINAS: 238
RESUMO:

RESUMO

 

 

Esta pesquisa tem como objetivo analisar os personagens João Valério, Paulo Honório e Luís da Silva, dos respectivos romances Caetés (1933), São Bernardo (1934) e Angústia (1936), de Graciliano Ramos, diante do processo de rememoração que os narradores conduzem, tendo em vista que as narrativas estão em primeira pessoa. Trata-se, por conseguinte, de personagens que contam seus passados. Neste viés, a pesquisa, de caráter bibliográfico e indutivo, fundamenta-se nas formulações teóricas sobre memória e rastro segundo Platão (2001), Aristóteles (1962), Ricœur (2007), Todorov (2000), Bergson (1991), Halbwachs (1990), Bosi (1994), Benjamin (2006;2012a; 2012b) e alguns de seus estudiosos, entre outros. Tais leituras indicam que as lembranças são constituídas de imagens conforme aquele que as busca, o que aponta para seu caráter dinâmico, para os rastros impregnados na alma e, expressamente, para o traço constitutivo de seleção da memória. Embasados nessas discussões e de acordo com as análises empreendidas nesta pesquisa, dizemos que os personagens e seus processos de rememorações estudados passam por diferentes vertentes por causa de suas singularidades do passado, que se diferenciam, inclusive, nos períodos de tempo narrados, mas se entrecruzam ao passo que convergem para um ontem do qual os sentimentos irremediáveis de angústia e fracasso exasperam o hoje do guarda-livros, do fazendeiro e do funcionário público. Os respectivos personagens se dão conta da injustiça do mundo em virtude da condição social inferior na qual se encontram e que os levam a questões mais profundas sobre a existência a partir de seus olhares para o passado no qual estão, na devida ordem, Luísa, Madalena e Marina. As histórias de vida narradas por cada um deles perpassam relacionamentos amorosos complicados a partir dos quais é possível elucidar os caminhos trilhados para sentirem, no presente, o desarranjo interior de um vencido.

 

 

 

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1299003 - DERIVALDO DOS SANTOS
Interna - 1543253 - KATIA AILY FRANCO DE CAMARGO
Externo à Instituição - AFONSO HENRIQUE FAVERO - UFS
Externo à Instituição - MANOEL FREIRE RODRIGUES - UERN
Externa à Instituição - MARIA EDILEUZA DA COSTA - UERN
Notícia cadastrada em: 14/06/2020 17:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao