Banca de DEFESA: JUAN DOS SANTOS SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JUAN DOS SANTOS SILVA
DATA : 14/02/2020
HORA: 14:30
LOCAL: AUDITÓRIO D DO CCHLA
TÍTULO:

A jornada do herói inacabado no Young adult: embates dialógicos entre sujeitos juvenis e personagens ficcionais contra a Agenda Homo Sapiens


PALAVRAS-CHAVES:

Young adult. Simon vs. a agenda homo sapiens. Juventude. Dialogismo. Identidade inacabada.


PÁGINAS: 182
RESUMO:

Trata-se nesta dissertação de estabelecer, a partir dos pressupostos teórico-metodológicos do Círculo de Bakhtin, uma análise da construção discursiva das identidades inacabadas nas narrativas Young adult (doravante YA) e como tais representações literárias refletem e refratam as identidades juvenis da contemporaneidade marcada como líquida (BAUMAN, 2001) e transparente (HAN, 2017a). Para tanto, a obra Simon vs. a agenda homo sapiens (2016), da autora norte-americana Becky Albertalli, será utilizada como forma de evidenciar as questões identitárias em análise a partir do seu protagonista, Simon, um jovem gay que interage anonimamente com um outro rapaz gay chamado Blue, ocorrendo, no meio desse processo, a construção de sua identidade homoafetiva e a geração de embates sociais em uma sociedade que não é muito receptiva à homossexualidade e a outras manifestações tidas como grotescas. O termo Young adult foi utilizado pelo mercado editorial para definir todas as obras surgidas após o lançamento da série Harry Potter (1997) que tinham como foco o público juvenil; no entanto, ao longo do tempo, e sobretudo após o sucesso da obra A culpa é das estrelas (2012), o termo é ressignificado para englobar obras de ficção em que seus personagens principais são adolescentes em processo de descoberta identitária, o que abarca reflexões e desdobramentos que envolvem seus corpos, sua sexualidade, suas raças e demais atributos de linguagem que possam ser objetos de valoração social. Situado na Linguística Aplicada, em seu caráter trans ou indisciplinar para abordar as práticas discursivas/sociais concretas, este estudo adota o método indiciário e o cotejamento dialógico, assumindo uma orientação sócio-histórico-dialógica. Por esse prisma, a pesquisa apresenta a análise de três aspectos principais a partir da obra em estudo: 1) o comportamento do Young adult como gênero; 2) a jornada do protagonista Simon e a transformação da sua identidade ao longo desse percurso heroico; 3) os vestígios discursivos que constroem na imagem identitária de Simon um ser grotesco. A partir dessa análise, percebe-se o YA como recurso linguístico que ancora múltiplas representações da juventude contemporânea, bem como a identidade de Simon como inacabada na medida em que sua condição de sujeito encarnado e homoafetivo não permite que ele finde sua jornada herócia e permaneça sempre em processo de embate ideológico e identitário. Por fim, evidencia-se a ojeriza ao diferente que é transformado em monstro a ser punido ou apagado, refração que vai do mundo da vida para o mundo da arte.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Interna - 3654056 - JENNIFER SARAH COOPER
Externa à Instituição - ROXANE HELENA RODRIGUES ROJO - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 27/01/2020 08:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao