Banca de DEFESA: ANA EMÍLIA DE LIMA FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA EMÍLIA DE LIMA FERREIRA
DATA : 26/07/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório D do CCHLA
TÍTULO:

NO TERRITÓRIO DA CONTRADIÇÃO: ASPECTOS DA DITADURA CIVIL-MILITAR BRASILEIRA EM DOIS CONTOS DE A MORTE DE D.J. EM PARIS


PALAVRAS-CHAVES:

Roberto Drummond. A morte de D.J. em Paris. Contos. Ditadura civil-militar brasileira.


PÁGINAS: 105
RESUMO:

A morte de D.J. em Paris (1975), coletânea de contos assinada pelo escritor mineiro Roberto Drummond, foi publicada em um contexto em que o regime autoritário da ditadura civil-militar brasileira tornou ainda mais difícil a escrita literária no país. Assim, os escritores, muitas vezes, tiveram de lidar com um impasse: escrever literatura de modo a dizer o que se almejava que fosse dito e, ao mesmo tempo, passar pelo crivo da censura sem prejudicar a mensagem e o critério estético. Tomando por base as influências do contexto sobre a literatura da época, a presente pesquisa visa a, sobretudo, investigar a forma como os contos “Objetos pertencentes a Fernando B, misteriosamente desaparecido” e “A morte de D.J. em Paris” internalizam algumas contradições do contexto da ditadura civil-militar e descrever os principais procedimentos estéticos utilizados pelo autor com essa finalidade. Para atingir esses objetivos, a análise foi desenvolvida a partir da concepção metodológica de Candido (1993); da perspectiva dialógica de Bakhtin (2003; 2015) e com base nas considerações de Eco (2013) sobre ambiguidade e "obra aberto" e de Gouveia (2009) sobre os limites da teoria do conto.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1513790 - ANDREY PEREIRA DE OLIVEIRA
Externa ao Programa - 1223367 - JULIANE VARGAS WELTER
Externo à Instituição - ARTURO GOUVEIA DE ARAÚJO - UFPB
Notícia cadastrada em: 10/07/2019 15:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao