Banca de QUALIFICAÇÃO: ODARA RAQUEL KUNKLER

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ODARA RAQUEL KUNKLER
DATA : 23/03/2018
HORA: 10:00
LOCAL: a definir
TÍTULO:

BORGES E SEUS DUPLOS


PALAVRAS-CHAVES:

Borges, duplo, metafísica.


PÁGINAS: 101
RESUMO:

O interesse da presente tese é estudar o tema do duplo na obra do autor argentino Jorge Luis Borges. No intuito de delimitar a pesquisa, escolhemos primeiramente os contos “Las ruinas circulares” (1942), “Borges y yo” (1960),  “El otro”(1975), “Veinticinco de agosto, 1983” (1983), e com o avanço da pesquisa, acrescentamos ao corpo da análise “Pierre Ménard: autor del Quijote” e “A palavra do deus”. As representações do duplo nestas narrativas podem ser observadas a partir de determinados ângulos de análise que propomos durante toda a pesquisa. O escritor argentino reconhece no tema do duplo questões metafísicas de potencial labiríntico e infinito, e conta histórias que possibilitam muitas formas de leitura. Percebemos ao longo da pesquisa que os temas dos contos de Borges são inspirados em hipóteses metafísicas acumuladas durante séculos de história e filosofia, e nos sistemas teológicos que são o arcabouço de diversas religiões. Entre os favoritos estão a Cabala, o Islamismo, o Cristianismo, o Ocultismo, o Hinduísmo e o Budismo. Como caminho teórico elegemos o campo da metafísica e suas perspectivas, diante do apelo de Borges ao tema, entendendo que na maioria das vezes ele o faz para questioná-la. A intenção de trazer estes conceitos à tona é relacionar os mais diversos pensamentos, histórias, culturas e ficções com a obra borgeana. Além deles, trazemos também conceitos da psicologia e da psiquiatria, onde o tema do duplo pode ser analisado direta ou figuradamente, principalmente a partir de personagens ou conteúdos psicológicos em conflito, duplicados num mesmo sujeito: um consciente e outro inconsciente. Trabalhamos a psicanálise com Freud e Otto Rank, e a psicologia analítica de Jung. Supomos que são sempre hipóteses sem uma solução e, que isso é o menos importante. O intuito aqui é colocar em causa questionamentos humanos em forma de parábolas e pensar sobre eles. Reforçamos, nesse sentido, que os conceitos apresentados nessa tese não devem ser entendidos como chaves de leitura e sim como suporte para diálogos possíveis entre tantos mundos que Borges visitou e nos presenteou através de seus escritos. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1718581 - EDUARDO ANIBAL PELLEJERO
Interno - 3351552 - ROSANNE BEZERRA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 06/03/2018 08:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao