Banca de DEFESA: LINEKER TRAJANO DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LINEKER TRAJANO DOS SANTOS
DATA : 12/04/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório C
TÍTULO:

A construção modalizadora [(SUJ)+ FICAR DE + INFINITIVO] sob o viés funcionalista


PALAVRAS-CHAVES:

Construção modalizadora. Linguística Funcional Centrada no Uso. Gramática de Construções.


PÁGINAS: 85
RESUMO:

Neste trabalho, investigamos a construção [(SUJ) + FICAR DE + INFINITIVO], com vistas a caracterizá-la formal e funcionalmente, considerando aspectos estruturais, semântico-cognitivos e pragmáticos implicados no uso de seus construtos. Para tanto, ancoramo-nos nos pressupostos da Linguística Funcional Centrada no Uso, tal qual definem Furtado da Cunha, Bispo e Silva (2013), conjugados aos da Gramática de Construções, defendida por pesquisadores como Goldberg (1995), Croft (2001), Traugott e Trousdale (2013) e outros. Em termos metodológicos, a pesquisa apresenta viés eminentemente qualitativo, calcada em suporte quantitativo e possui natureza descritivo-explicativa. O banco de dados é composto de ocorrências retiradas do site Reclame Aqui, o qual se mostrou bastante favorável às instâncias de uso da construção sob enfoque. À guisa de resultados, nas ocorrências levantadas, ficar perde as propriedades de verbo pleno, predicador, passando a atuar como auxiliar, e pode ser usado em diferentes tempos e pessoas verbais, a exemplo de ficou de enviar, fica de retornar etc., e o slot de sujeito da construção pode ser preenchido por diferentes formas. Em relação aos aspectos semânticos, não há restrição quanto aos tipos de verbo recrutados para ocupar o slot de INFINITIVO e seu uso está ligado às noções de modalidade em seus aspectos deôntico e/ou epistêmico. Por fim, no tocante aos aspectos cognitivos e pragmáticos, observamos que as instâncias de uso dessa construção se relacionam a processos metonímicos e a questões de subjetividade e de intersubjetividade no sentido de que expressam a atitude do falante quanto ao que diz (se tem certeza ou não, por exemplo) e quanto aos efeitos que pretende provocar em seu interlocutor (persuadir, comprometer, cobrar uma ação, atribuir a terceiros um dado comprometimento etc.).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1551756 - EDVALDO BALDUINO BISPO
Externo ao Programa - 6350771 - MARCOS ANTONIO COSTA
Externo à Instituição - CLEBER ALVES DE ATAIDE - UFRPE
Notícia cadastrada em: 25/03/2017 23:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao