Banca de DEFESA: EVALDO GONDIM DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EVALDO GONDIM DOS SANTOS
DATA : 08/12/2016
HORA: 14:30
LOCAL: CCHLA
TÍTULO:

1.    O processo tornado visível: metaficção paródica e narrativa policial em O Xangô de Baker Street


PALAVRAS-CHAVES:

.

narrativa policial, metaficção paródica, autopoiese, fabulação, espaço literário, humor, Jô Soares, O Xangô de Baker Street.


PÁGINAS: 140
RESUMO:

Nesta tese é discutido e analisado como a metaficção paródica, a saber, o processo que torna a ficção visível pela repetição com diferença, potencializa a criação de uma narrativa policial diferente no romance O Xangô de Baker Street (1995), de Jô Soares. A pesquisa é estabelecida a partir de leituras que tratam, sobretudo, da metaficção paródica, da escrita autopoiética, do humor enquanto arte das superfícies, bem como da fabulação de mundos por vir, fazendo uso de conceitos da filosofia da diferença em Deleuze e Guattari e da crítica literária, principalmente, em Linda Hutcheon, Blanchot e Foucault tais como máquina autopoiética, humor, fabulação, metaficção, paródia, espaço literário e obra. No plano de composição, o romance do humorista brasileiro torna a sua realidade ficcional visível pelo parodiar de obras literárias e historiográficas, sobretudo, as narrativas policiais doylianas e as que retratam o Rio Janeiro no final do século XIX.   Nesse sentido, desenvolve-se nesta obra uma escrita que se mantém em si mesma, desloca a significação e flagra sua realidade ficcional. No heterocosmo soareano, a narrativa se apresenta como num espaço de uma biblioteca. O apelo da obra se encontra na convocação de estereótipos apresentados em livros sobre a capital do império dos trópicos no final do segundo reinado, bem como em narrativas policiais. A repetição com diferença de livros e obras põe em questionamento imagens arraigadas, abrindo espaço para o “flagrante delito” da fabulação de mundos que se constituem na superfície da escrita e que não se reduzem a sedimentações.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 270.058.107-59 - ILZA MATIAS DE SOUSA - UFRN
Interno - 1496892 - MARCIO VENICIO BARBOSA
Externo à Instituição - NILSON ROBERTO BARROS DA SILVA - UERN
Externo à Instituição - RONIE RODRIGUES DA SILVA - UERN
Interno - 3351552 - ROSANNE BEZERRA DE ARAUJO
Notícia cadastrada em: 24/10/2016 16:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao