Banca de QUALIFICAÇÃO: BRUNO FERREIRA DE LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRUNO FERREIRA DE LIMA
DATA: 26/02/2016
HORA: 14:30
LOCAL: CCHLA/ Aud. A
TÍTULO:

EXPERIÊNCIA INTERCULTURAL MEDIADA PELA INTERNET: O ENSINO DE LÍNGUAS VIA TELECOLABORAÇÃO.


PALAVRAS-CHAVES:

Interculturalidade, telecolaboração, ensino de línguas.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

Ao longo das últimas décadas tem-se observado mudanças nos fluxos de migrantes não somente em termos de nacionalidade, etnia, língua e religião, mas também em termos de motivos, padrões e itinerários de migração, processos de inserção nos mercados de trabalho e habitacional das sociedades hospedeiras (BLOMMAERT; RAMPTON, 2011). Esse processo, que coincide com a disseminação dos aparatos de comunicação, tornou os recursos comunicativos como as línguas e suas variações globalmente móveis (devido ao uso de redes sociais, e-mails, jogos online, telefones celulares etc.), fazendo as sociedades ao redor do mundo cada vez mais permeáveis. Nesse cenário, o ensino de línguas estrangeiras (LEs) assume um papel muito importante na medida em que pode proporcionar aos alunos o contato com outras culturas, isto é, outras formas de ser, agir e pensar. Tendo tudo isso como pano de fundo, o objeto de estudo desse trabalho é a troca de e-mails entre alunos do ensino médio do IFRN e graduandos da Universidade da California – Davis. Aqui, apoiamo-nos estudos de Kramsch (1993; 1996; 1998), Byram (1997; 2008) no que diz respeito ao desenvolvimento da Competência Comunicativa Intercultural, ao ensino de línguas intercultural à educação para uma cidadania intercultural; Ware e Kramsch (2005), Menard-Warwick et al (2013) e O´Dowd (2003; 2011) que discorrem sobre a telecolaboração como recurso para o ensino de línguas e tem como objetivos: a) promover uma experiência intercultural mediada pela internet; b) analisar as características da comunicação assíncrona (via e-mails) que levaram à aprendizagem intercultural; c) depreender até que ponto a telecolaboração desenvolveu a cidadania intercultural dos alunos brasileiros envolvidos. Esta pesquisa, que ora se encontra em fase de análise de dados, tende a contribuir com professores interessados na relação entre língua e cultura no ensino de LEs, bem como na abordagem de aspectos culturais que supere as superficialidades da apresentação de traços curiosos ou exóticos de outras sociedades.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2194174 - ANA GRACA CANAN
Externo à Instituição - EVA CAROLINA DA CUNHA - UFPE
Interno - 1720830 - MARCELO DA SILVA AMORIM
Notícia cadastrada em: 22/01/2016 08:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao