Banca de QUALIFICAÇÃO: ALANA DRIZIÊ GONZATTI DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALANA DRIZIÊ GONZATTI DOS SANTOS
DATA: 17/08/2015
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório D - Consecão
TÍTULO:

O Letramento familiar na escola: estratégias, possibilidades e desafios


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: Letramentos. Letramento familiar. Projetos de letramento. Jornal eletrônico.


PÁGINAS: 192
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

Educação, sociedade e comunidade estão entrelaçadas nas conjunturas atuais, de modo que a ampliação de estudos com foco em letramento familiar torna-se necessária para a mobilização de alternativas e ações nesse âmbito. Em função deste objeto de estudo, norteamos esta pesquisa a partir das seguintes questões: Que recursos podem apoiar o desenvolvimento de um programa de letramento familiar que permita a interação entre os membros das comunidades escolar e familiar? Que ações podem ser implementadas para integrar as famílias às atividades curriculares? Que estratégias de engajamento podemos utilizar para promover a aproximação entre as esferas familiar e escolar? Assim sendo, procuramos discutir ações implementadas em um programa de letramento familiar, buscando criar dispositivos ou recursos de letramento para: 1) registrar ações, divulgar informações diversas (eventos, textos e ações); 2) desenvolver estratégias de aproximação entre a escola e a família e 3) apontar impactos de tais vivências de letramento familiar. Para alcançar tais objetivos, fundamentamos a discussão em aportes teóricos dos estudos de letramento (HEATH, 1983; STREET, 1984; PRINSLOO & BREIER, 1996; BARTON & HAMILTON, 1993; KLEIMAN, 1995, 2000, 2005, 2006, 2007; McLAREN, 1988; OLIVEIRA, 2008, 2010; OLIVEIRA, TINOCO & SANTOS, 2011), aprofundando-nos em questões do letramento familiar (HEATH, 1982; ANDERSON, 1994; PUCHNER, 1997; LITERACY BC, 2000; RASMUSSEN, 2000; WASIK ET AL., 2000; GADSEN, 2002; PADAK ET AL., 2002; CASPE, 2003; CAIRNEY, 2005; GREGORY, 2005; KENDRICK ET AL., 2005). Com relação ao paradigma de pesquisa, inserimo-nos na área de estudos da Linguística Aplicada (CELANI, 2000; LEFFA, 2001; MOITA LOPES, 2009; MENEZES ET AL., 2009). Tomamos como paradigma o qualitativo (ERICKSON, 1990; BORTONI-RICARDO, 2008), com abordagem etnográfica crítica (MOITA LOPES, 1993; THOMAS, 1993; HEATH & STREET, 2008). Compreendemos que as famílias têm muito a contribuir com a realidade da escola. Percebendo a relevância e o valor nas ações, esses colaboradores participam e agem em prol das ações e da educação dos alunos, mesmo em meio às situações complexas da rotina. A dissertação se insere no projeto “O habitus de estudar: construtor de uma nova realidade na região metropolitana de Natal” (OBEDUC/UFRN) e no programa “Letramentos e políticas públicas: a família na escola” (MEC/PROEXT/UFRN), sendo financiada pelo programa de bolsas do CNPq.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 332207 - MARIA DO SOCORRO OLIVEIRA
Externo ao Programa - 1688188 - MOISES ALBERTO CALLE AGUIRRE
Externo à Instituição - IVONEIDE BEZERRA DE ARAUJO SANTOS - IFRN
Notícia cadastrada em: 30/07/2015 13:50
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa28-producao.info.ufrn.br.sigaa28-producao