Banca de QUALIFICAÇÃO: KEFORA JANAINA DE MEDEIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KEFORA JANAINA DE MEDEIROS
DATA: 08/04/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório A - CCHLA
TÍTULO:

QUERIDO DIÁRIO: A CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA DE ALUNOS DA EJA EM DIÁRIOS PESSOAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Linguagem. Práticas discursivas. Identidade cultural. Educação de Jovens e Adultos. Diário pessoal.


PÁGINAS: 92
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

Este estudo objetiva apresentar as primeiras análises de nossa pesquisa, do tipo documental, que investiga a construção de identidades culturais de alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), nível III, de uma escola municipal de Natal – RN, por meio de diários pessoais produzidos em ambiente escolar. Numa abordagem qualitativo-interpretativista, ancoramo-nos nos estudos identitários de Stuart Hall (2011, 2012), que nos trazem a ideia de que as identidades são construídas e reconstruídas pelas relações sociais que realizamos. Para tanto, partirmos de uma concepção de linguagem que não pressupõe categorias pré-estabelecidas, pois essas partem do próprio enunciado.  Assim sendo, vamos analisar os enunciados produzidos por esses alunos sob a perspectiva do Círculo de Bakhtin (2010), que trata a construção discursiva emergindo de processos intersubjetivos de interação verbal, numa relação dialógica do eu com o outro, pela alteridade e pela heteroglossia. Ademais, ainda norteiam nosso estudo as orientações sobre gênero do discurso, de Bakhtin (2010); diário pessoal, de Machado (1998, 2009). Filiamo-nos à Linguística Aplicada (LA) Indisciplinar (MOITA LOPES, 2006) por entendermos que essa pesquisa se debruça sobre uma prática social em que a linguagem desempenha papel central e procura demonstrar como os discursos dos sujeitos alunos da EJA, em diários pessoais, são instrumentos de construção não só de suas identidades, mas também do conhecimento e da vida social, da posição que esse sujeito aluno ocupa. Concluiremos esse trabalho numa percepção primária das identidades culturais que estão sendo construídas pelo sujeito aluno da EJA, pois os resultados sugerem que as identidades desses alunos são fluidamente construídas através da representação que o aluno faz da escola, do que é ser estudante da EJA e de como ele é estudante da modalidade.  Com isso, através dessa pesquisa, pretendemos proporcionar mais um olhar sobre a(s) identidade(s) do aluno da EJA, apontando uma visão sobre esse sujeito.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1168633 - MARILIA VARELLA BEZERRA DE FARIA
Interno - 1149420 - MARIA DA PENHA CASADO ALVES
Externo ao Programa - 1674905 - MARISA NARCIZO SAMPAIO
Notícia cadastrada em: 24/03/2015 09:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao