Banca de DEFESA: MARIA APARECIDA DE ALMEIDA REGO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA APARECIDA DE ALMEIDA REGO
DATA: 31/03/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório E do CCHLA
TÍTULO:

Entre salinas e maledicências: uma leitura do romance Macau e sua aplicabilidade ao ensino de literatura


PALAVRAS-CHAVES:

Romance Macau. Romance de 30. Linguagem. Ensino de Literatura. Recepção do texto literário.

 


PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
SUBÁREA: Literatura Comparada
RESUMO:

O objetivo desta pesquisa é apresentar uma leitura do romance Macau (1934), do escritor Aurélio Pinheiro, situado no contexto da literatura brasileira produzida na década de 30 do século passado e analisar as configurações da linguagem que revelam conflitos individuais e sociais relacionados às tensões decorrentes dos processos de modernização de uma cidade do interior do Rio Grande do Norte, tendo em vista a aplicabilidade desses conhecimentos no contexto educacional. As discussões acerca do ensino de literatura levaram a uma experiência de estágio no ensino superior, tendo como leitura literária norteadora esse romance. Neste sentido, esta pesquisa, de caráter bibliográfico, analítico e empírico, se encontra nas discussões entre literatura e ensino que nos permitem, além de uma leitura crítica acerca do romance Macau, um olhar tanto na educação básica quanto na formação de professores, o que justifica a vinculação desta dissertação na linha de pesquisa “Leitura do texto literário e ensino”. Os objetivos foram atendidos a partir de leituras do texto literário, breve estudo sobre o autor, análise das tensões expressas pela linguagem, defesa da literatura como um direito universal, revisão panorâmica de pesquisas relacionadas ao ensino de literatura, leitura de documentos oficiais que regulamentam a educação brasileira, discussão sobre formação de professores, estágio no ensino superior com aplicação de uma sequência didática, recepção do referido romance por professores em formação voltada para a aplicabilidade na educação básica. Para isso, a pesquisa teve como orientação teórica, prioritariamente, os estudos de Antonio Candido (1976; 1995), Luís Bueno (2006), Walter Benjamin (1985), Mikhail Bakhtin (2010), Hans Robert Jauss (1994), Theodor Adorno (2006), Antonie Compagnon (2009) e Rildo Cosson (2009). 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 155.661.454-34 - HUMBERTO HERMENEGILDO DE ARAUJO - UFRN
Externo ao Programa - 277353 - HENRIQUE EDUARDO DE SOUSA
Externo à Instituição - SHEILA DIAS MACIEL - UFMT
Notícia cadastrada em: 23/02/2015 10:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao