Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA DO SOCORRO OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA DO SOCORRO OLIVEIRA
DATA: 19/12/2014
HORA: 09:00
LOCAL: CCHLA
TÍTULO:

A responsabilidade enunciativa no gênero inquérito policial


PALAVRAS-CHAVES:

Análise Textual dos Discursos. Enunciação. Gênero textual. Inquérito Policial. Linguística da Enunciação. Responsabilidade Enunciativa.


PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Teoria e Análise Lingüística
RESUMO:

Nesta tese, propomo-nos a estudar a Responsabilidade Enunciativa (RE) no gênero Inquérito Policial (IP),  com os objetivos de identificar, analisar e classificar as ocorrências da RE nesse documento. O IP é um documento de caráter administrativo interno, conduzido pela polícia judiciária, e a RE está situada no nível 7 da análise de textos propostos por Adam (2011), que corresponde à enunciação e à coesão polifônica. A pesquisa fundamenta-se no quadro teórico da Linguística Textual (LT) e, mais especificamente, nos pressupostos da Análise Textual dos Discursos (ATD). Assim, os respaldos teóricos da pesquisa advêm da linguística textual, dos estudos linguísticos do texto, dos gêneros textuais e do discurso Adam ( 2011) ; Koch (2004, 2011); Koch; Elias (2006); Marcuschi (2002, 2008); Bakhtin (1997), Bazerman (2005); Maingueneau (2004, 2008); Charaudeau (2010) e da linguística da enunciação Ducrot (1987); Benveniste (2006); Authier-Revuz (1998, 2004); Rabatel (2008), dentre outros. Quanto aos aspectos metodológicos, da pesquisa, trata-se de uma abordagem documental, de base descritiva, orientada pelo método dedutivo-indutivo, em que se investiga um corpus constituído por IP, originados a partir de denúncias realizadas em boletins de ocorrência registrados em uma Delegacia Especializada de Amparo à Mulher, em Natal, Rio Grande do Norte. Nos procedimentos de análise metodológica do corpus, foram aplicadas  as oito categorias propostas por Adam (2011) capazes de  marcar o grau de RE de uma proposição: os índices de pessoas; os dêiticos espaciais e temporais; os tempos verbais; as modalidades; os diferentes tipos de representação da fala; as indicações de quadros mediadores; os fenômenos de modalização autonímica; as indicações de um suporte de percepções e de pensamentos relatados. Os resultados preliminares da análise focalizaram as marcas linguísticas da RE a partir dos PdV de enunciadores que atuam no quadro enunciativo do gênero IP e que podem aproximar-se ou distanciar-se de acordo com a orientação argumentativa do texto. Por fim, considera-se que a pesquisa pode contribuir para o desenvolvimento de novos estudos que envolvam o texto, a linguística textual, os gêneros textuais, a enunciação e a responsabilidade enunciativa nos campos policial e jurídico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 337223 - JOAO GOMES DA SILVA NETO
Interno - 349685 - MARIA DAS GRACAS SOARES RODRIGUES
Externo ao Programa - 349683 - JOSILETE ALVES MOREIRA DE AZEVEDO
Notícia cadastrada em: 11/12/2014 10:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa15-producao.info.ufrn.br.sigaa15-producao