Banca de QUALIFICAÇÃO: GIBSON NASCIMENTO DE AZEVEDO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GIBSON NASCIMENTO DE AZEVEDO
DATA: 23/07/2014
HORA: 14:30
LOCAL: CCHLA auditório C
TÍTULO:

O DESENVOLVIMENTO DA COMPETÊNCIA LEITORA E AS CONCEPÇÕES DE ENSINO/APRENDIZAGEM DE LEITURA NA REDE PÚBLICA


PALAVRAS-CHAVES:

Aprendizagem da leitura; Competência leitora; Provinha Brasil.


PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
SUBÁREA: Lingüística Aplicada
RESUMO:

Aprender a ler pode ser considerado o maior passo no desenvolvimento de uma criança, tendo
em vista que o seu aprendizado não é tão natural como aprender a andar e a falar. A leitura
corresponde a um processo de complexas adaptações do sistema nervoso que necessita de
estimulação e orientação externa. Assim, o ambiente e o estímulo ambiental são responsáveis
pelo desenvolvimento do cérebro, que permite desenvolver diversas habilidades e adquirir
conhecimento. (AMARO JR., CASELLA, COSTA, 2011; DEHAENE, 2009; OLIVEIRA,
2010; 2011; SCLIAR-CABRAL, 2009). Buscamos, com este estudo, levantar informações a
partir da Provinha Brasil, de dados gerados a partir de um grupo focal com representantes das
escolas participantes e da análise do livro didático utilizado pelas instituições e verificar o
nível de competência leitora dos alunos do Fundamental I da rede pública. Com base neste
objetivo principal, procuramos responder às seguintes perguntas de pesquisa: (a) Que tipo de
competência leitora o método de alfabetização aplicado nas escolas pesquisadas pretende
desenvolver nos aprendizes?; (b) Que tipo de competência leitora os alunos do segundo ano
do Fundamental I das escolas pesquisadas demonstram ter desenvolvido a partir dos critérios
de medição da Provinha Brasil?; (c) A Provinha Brasil serve como instrumento preditor da
competência leitora desenvolvida pelo livro didático adotado nas escolas do segundo ano do
ensino Fundamental I pesquisadas? Com uma metodologia de pesquisa quali-quantitativa, as
Provinhas Brasil dos alunos do segundo ano do fundamental foram analisadas e comparadas
às percepções das representantes das escolas sobre o ensino/aprendizagem da leitura e com o
livro didático adotado. Os resultados preliminares indicam que a competência desenvolvida
pelos alunos na alfabetização difere do foco proposto pela escola. Assim, os resultados
sugerem uma possível adaptação no método adotado pela escola, o que poderia explicar o
desempenho dos alunos na Provinha Brasil. Pretendemos contribuir para com o ensino de
língua portuguesa a partir de dois vieses: ampliando o escopo teórico, no sentido de gerar
maior inteligibilidade acerca da aprendizagem da leitura; propondo uma nova possibilidade
metodológica utilizando os resultados da Provinha Brasil como instrumento de diagnóstico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1666189 - JANAINA WEISSHEIMER
Externo ao Programa - 1529226 - ANGELA MARIA CHUVAS NASCHOLD
Externo ao Programa - 1285507 - IZABEL SOUZA DO NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 07/07/2014 09:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao