Banca de QUALIFICAÇÃO: MÁRIO ANDRADE VIEIRA DE MELO NETO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MÁRIO ANDRADE VIEIRA DE MELO NETO
DATA : 14/04/2020
HORA: 08:40
LOCAL: REMOTO (Google Hangouts)
TÍTULO:

Arcabouço Multicamadas para o Gerenciamento de Falhas em Sistemas IoT


PALAVRAS-CHAVES:

dependabilidade, tolerância a falhas, gerenciamento de falhas, IoT, multicamadas


PÁGINAS: 100
RESUMO:

A Internet das Coisas (IoT) tem atraído a atenção por projetar a visão de que tudo
pode estar conectado e isso traz diversos desafios. Neste domínio, sistemas são altamente
distribuídos, heterogêneos e de larga escala. No corpo humano, uma doença causa uma
alteração biológica no estado do ser humano, alterando, diminuindo ou inabilitando o
funcionamento de determinadas funções do organismo. Nas ciências médicas, a patologia
estuda a natureza, origem, causa e efeitos de uma doença. Trazendo esse conceito
para sistemas computacionais, em específico IoT, falhas podem resultar em um desvio no
funcionamento correto do sistema. Assim, torna-se vital identificar as possíveis fontes de
falhas e seus efeitos para desenvolver ou aplicar as abordagens que se encaixam melhor
com objetivo de tolerar,tratar e evitar a presença das falhas. Apesar dos consideráveis esforços
feitos para melhorar a dependabilidade em IoT, existem lacunas no entendimento
arquitetural, de requisitos e de sua multidisciplinaridade. Portanto, uma visão sistêmica
sobre a ocorrência de falhas representa uma direção relevante para a dependabilidade em
IoT. Este trabalho explora a patologia das falhas em um sistema IoT, identificando suas
origens e formas de propagação. Dessa forma, é definido um modelo de propagação dessas
falhas em que é detalhada a relação causal entre as falhas e as camadas do sistema. Além
identificar a origem e forma de propagação é importante utilizar estratégias que auxiliem
os mecanismos de tolerância a falhas existentes. No entanto, dada essa complexidade e
heterogeneidade presentes em sistemas IoT propor uma maneira unificada de gerenciar
as falhas, é um desafio a ser superado. Assim, essa tese propõe um arcabouço transversal
para o gerenciamento de falhas que possibilite a colaboração e interoperabilidade entre
todas as abstrações presentes na pilha de um sistema IoT.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1802737 - GIBEON SOARES DE AQUINO JUNIOR
Interno - 1678918 - NELIO ALESSANDRO AZEVEDO CACHO
Interna - 1213777 - THAIS VASCONCELOS BATISTA
Externa à Instituição - ROSSANA MARIA DE CASTRO ANDRADE - UFC
Notícia cadastrada em: 06/04/2020 15:38
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao