Banca de DEFESA: ALLISSON DANTAS DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALLISSON DANTAS DE OLIVEIRA
DATA : 29/11/2019
HORA: 10:00
LOCAL: Auditorio I - DIMAp
TÍTULO:

MalariaApp: Um Sistema de Baixo Custo para Diagnóstico de Malária em Lâminas de Esfregaço Sanguı́neo usando Dispositivos Móveis


PALAVRAS-CHAVES:

Malária, segmentação, classificação, parasitemia, arduino, impressão 3D


PÁGINAS: 75
RESUMO:

Nos dias atuais, uma variedade de dispositivos móveis está disponı́vel e acessı́vel à população em geral, tornando-se um item indispensável para a comunicação e o uso de diversos serviços. Nesta mesma direção, esses dispositivos tornaram-se bastante úteis em diversas áreas de atuação, incluindo a área médica. Com a integração desses dispositivos e aplicativos, é possı́vel realizar um trabalho preventivo, ajudando a combater surtos e até mesmo evitar epidemias. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (2017), a malária é uma das doenças infecciosas que mais causam letalidade no mundo, principalmente na região da África Subsaariana, enquanto que no Brasil é mais frequente a ocorrência de casos na região amazônica. Para a realização de diagnóstico de malária é imprescindı́vel haver técnicos treinados e com experiência para identificar as espécies e fases da doença, parte crucial para definir as dosagens ideais da administração de medicação aos pacientes. Neste trabalho é proposto um sistema de diagnóstico de malária à baixo custo utilizando dispositivos móveis, onde são aplicadas algumas técnicas segmentação, processamento de imagens digitais e redes neurais convolucionais para realizar a contagem de células, estimação de parasitemia e classificação de parasitos de Plasmodium nas espécies P.falciparum e P.vivax na fase trofozoı́ta. Um protótipo com peças 3D e automação eletrônica foi proposto para realizar a varredura e captura de imagens nas lâminas de sangue para integrar ao sistema mobile e realizar o diagnóstico in loco, sem
a necessidade de mudança de equipamentos microscópicos, assim sendo, compartindo da premissa de baixo custo. Foi obtido 93% de acurácia em um modelo de redes neurais convolucionais. Diante disso, é possı́vel romper barreiras de acessibilidade em paı́ses com poucos recursos na utilização de ferramentas de diagnóstico/triagem de doenças.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1350250 - ANNE MAGALY DE PAULA CANUTO
Interno - 2177445 - BRUNO MOTTA DE CARVALHO
Externo ao Programa - 2213126 - VALTER FERREIRA DE ANDRADE NETO
Externo à Instituição - JONES OLIVEIRA DE ALBUQUERQUE - UFRPE
Externo à Instituição - DANIEL LÓPEZ CODINA
Notícia cadastrada em: 20/11/2019 10:09
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao