Banca de DEFESA: GUSTAVO SIZÍLIO NERY

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUSTAVO SIZÍLIO NERY
DATA: 19/08/2015
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório B321 do IMD
TÍTULO:

UM AMBIENTE DE SUPORTE A EXPERIMENTOS CONTROLADOS ESPECIFICADOS EM EXPDSL


PALAVRAS-CHAVES:

Engenharia de software experimental; experimento controlado; suporte automatizado.


PÁGINAS: 122
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Metodologia e Técnicas da Computação
ESPECIALIDADE: Engenharia de Software
RESUMO:

Um estudo empírico consiste em um teste que compara aquilo que acreditamos em relação àquilo que observamos. Existem várias formas de estudos empíricos, dentre eles o estudo de caso, pesquisas e experimentos controlados, todos com a essência de buscar evidências para validação de uma teoria. A realização desses estudos representam papel fundamental na comunidade cientifica, principalmente o experimento controlado, que é considerado o método clássico dentre os estudos empíricos. Um experimento controlado oferece controle sobre as variáveis  de um estudo, permitindo a criação de estudos mais focados e com potencial estatístico para resultados significativos, usados na validação de hipóteses.

 

Na área de engenharia de software, existe uma necessidade cada vez mais evidente de elaboração e execução de experimentos controlados. Esta realidade tem trazido discussões de como realizar esses experimentos com planejamento, execução e análise de maneira mais eficiente. Sendo assim, a busca por alternativas que apoiem o pesquisador no processo de experimentação tem sido um tópico de crescente interesse. Este trabalho tem como objetivo propor a infraestrutura de um ambiente  de suporte a experimentos controlados que  auxilie o pesquisador durante o planejamento, formalização, execução e análise de seus experimentos. Durante a dissertação serão apresentados: (i) uma análise comparativa das ferramentas de suporte disponíveis, elencando os requisitos e como cada ferramenta o atende; (ii) a arquitetura elaborada para o ambiente proposto, como ela se organiza e como parte dela foi implementada; (iii) a implementação de um componente visual para edição de DSLs, o Visual ExpDSL, utilizado para a especificação de experimentos na linguagem ExpDSL;  (iv) e o planejamento, execução e análise dos resultados de um estudo de caso elaborado para avaliar a aplicação da ferramenta em um cenário real de execução de um experimento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1671962 - EDUARDO HENRIQUE DA SILVA ARANHA
Interno - 1961108 - FERNANDO MARQUES FIGUEIRA FILHO
Interno - 1644456 - UIRA KULESZA
Externo à Instituição - RODRIGO BONIFÁCIO DE ALMEIDA - UnB
Notícia cadastrada em: 09/08/2015 23:53
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao