Banca de QUALIFICAÇÃO: DANIEL CUNHA DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIEL CUNHA DA SILVA
DATA: 11/08/2014
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de reuniões do DIMAp
TÍTULO:

Uma Abordagem para Análise de Arquiteturas Usando Propriedades Arquiteturais em SysML


PALAVRAS-CHAVES:

Requisito não funcional, propriedade arquitetural, SysML


PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Metodologia e Técnicas da Computação
ESPECIALIDADE: Engenharia de Software
RESUMO:

As decisões para projetar arquiteturas de software de sistemas são dirigidas basicamente por requisitos funcionais e não funcionais. Requisitos possuem um impacto significante na estrutura geral da arquitetura, pois para construir uma arquitetura de software é necessário que ela esteja em conformidade com as necessidades levantadas, ou seja, que esteja de acordo com os requisitos do sistema. A elaboração da arquitetura que resulta da atividade de design (levando em consideração toda a tomada de decisão pelo arquiteto) não é sempre tão trivial, pois dependendo dos requisitos envolvidos pode ser uma atividade bastante onerosa. Por isto, é importante que ainda durante a fase de design o arquiteto possua os subsídios necessários dos futuros problemas que podem ser ocasionados. A fim de auxiliar a atividade de design e buscar uma forma de amenizar este problema da antecipação dos possíveis problemas a partir da análise da arquitetura, o objetivo central deste trabalho é determinar se é possível relacionar características encontradas na arquitetura, denominadas de propriedades arquiteturais juntamente com os requisitos não funcionais do sistema de forma a antecipar que os critérios de qualidade sejam satisfeitos. A ideia é identificar a relação que existe entre as propriedades arquiteturais e os requisitos não funcionais a fim de estabelecer regras de correspondência que identifique que alterações nas propriedades arquiteturais podem afetar os respectivos requisitos, auxiliando o arquiteto em suas decisões de design. Isto pode ser importante para antecipar critérios de qualidade que se deseja alcançar durante os planejamentos iniciais do sistema. O trabalho tem levantado como proposta as seguintes propriedades arquiteturais: número de elementos, número e tipo de interfaces, número e tipo de conexões e número de portas. Estas propriedades serão investigadas a fim de perceber se causam algum efeito sobre os requisitos de Desempenho, Segurança e Manutenabilidade, sendo medido por suas respectivas métricas de software, tentando encontrar alguma regra de correspondência entre o requisito e a propriedade arquitetural. Com o intuito de analisar as propriedades arquiteturais avaliadas na arquitetura, este trabalho optou por usar a linguagem de modelagem SysML, que é uma linguagem de propósito geral que abrange informações sobre hardware, software, processos e stakeholders, estendida da UML. Assim, será analisado se o uso da SysML permite a inclusão de requisitos e gerar a rastreabilidade das relações entre os elementos arquiteturais, além de permitir modelar comportamento e design de um sistema. Ainda como objeto de pesquisa deste trabalho, também pretende-se responder se o uso da SysML é realmente viável para a representação das propriedades arquiteturais no contexto de sistemas Web.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149392 - JAIR CAVALCANTI LEITE
Interno - 1213777 - THAIS VASCONCELOS BATISTA
Externo à Instituição - FLAVIO OQUENDO - RENNES
Notícia cadastrada em: 31/07/2014 10:02
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao