Banca de DEFESA: LUCILA MOURA RAMOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCILA MOURA RAMOS
DATA: 07/06/2013
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório de Psicologia
TÍTULO:

A TRAJETÓRIA DE CARREIRA DO PROFISSIONAL DE RECURSOS HUMANOS DA GRANDE NATAL



PALAVRAS-CHAVES:

recursos humanos, carreira, mapeamento, multimétodos, narrativa.


PÁGINAS: 242
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A idéia de que a carreira consiste em uma trajetória linear estruturada pela empresa ao longo da vida profissional do individuo vem se alterando para uma nova realidade em que a carreira passa a ser vista como uma jornada, aberta a possibilidades e incertezas. Vários modelos surgiram na tentativa de compreensão e análise desta jornada. Dentre estes, o modelo da carreira narrativa, o qual parte do pressuposto de que, ao narrar, os indivíduos dão sentido à própria trajetória, ao mesmo tempo em que consideram os fatores pessoais e do ambiente que agem sobre sua biografia profissional. O presente estudo se propôs a explorar e articular aspectos relacionados ao ambiente e às trajetórias da carreira de profissionais de recursos humanos atuando na Grande Natal.  Para tanto, utilizou o modelo de carreira narrativa. Do ponto de vista metodológico, o projeto dividiu-se em duas etapas. A primeira caracterizou-se pela realização de um survey com o propósito de mapear características sócio-ocupacionais dos profissionais, por meio da aplicação de um questionário semi-estruturado. Os dados foram analisados segundo técnicas estatísticas descritivas e análise de clusters. As análises estatísticas descritivas contemplaram 117 participantes. Os resultados indicaram que os profissionais de RH da Grande Natal ocupam cargos diversos, desenvolvem atividades concentradas em diferentes subsistemas, apresentam trajetória ascendente de carreira e concentram a formação profissional nos cursos de Administração e Psicologia. A segunda etapa do estudo caracterizou-se pela realização de 17 entrevistas narrativas, cujos participantes, em processo de amostragem não probabilística, foram identificados com base em seu pertencimento aos três clusters: o Grupo 1, RH e gestão pública; o Grupo 2,  RH especialista e o Grupo 3, RH iniciantes.  Na análise dos resultados da fase qualitativa verificou-se que a identificação com a atividade é um fator decisivo para a escolha e permanência na área de RH. A falta de reconhecimento aparece como principal dificuldade enfrentada pelos profissionais, assim como a falta de espaço para atuação no mercado da Grande Natal. A análise dos resultados leva a uma série de discussões sobre a trajetória de carreira na área de RH e reflexões para a categoria, entidades representativas e instituições formadoras.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 347006 - JOSE ARIMATES DE OLIVEIRA
Presidente - 1759676 - PEDRO FERNANDO BENDASSOLLI
Externo à Instituição - SIGMAR MALVEZZI - USP
Interno - 1519736 - TATIANA DE LUCENA TORRES
Notícia cadastrada em: 13/05/2013 11:17
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao