Banca de DEFESA: LAIS BARRETO BARBOSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LAIS BARRETO BARBOSA
DATA: 12/04/2013
HORA: 15:00
LOCAL: auditorio de psicologia
TÍTULO:

Mulheres em situação de violência e atenção em saúde mental: um estudo no município de Natal/RN


PALAVRAS-CHAVES:

violência de gênero contra as mulheres; saúde mental; políticas públicas para mulheres; gênero; rede de atenção psicossocial


PÁGINAS: 156
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

O presente estudo tem como finalidade conhecer o acolhimento e atenção dispensados às mulheres com demandas em saúde mental nos serviços especializados para o enfrentamento da violência, bem como pela rede de atenção psicossocial no município de Natal/RN. Trata-se de uma pesquisa qualitativa caracterizada como pesquisa-intervenção realizada no ano de 2011. O estudo se iniciou no Centro de Referência no qual foram realizadas entrevistas semiestruturadas individuais direcionadas à equipe técnica e gestora, objetivando-se conhecer os cuidados ofertados em relação à clientela supracitada. A partir do Centro de Referência foram identificados, por meio da análise de fichas de cadastro, os itinerários percorridos pelas usuárias através da rede de atenção psicossocial e rede hospitalar. Após a identificação dos mesmos foram visitados dois Centros de Atenção Psicossocial, dois Hospitais Psiquiátricos, uma Unidade Básica de Saúde e a Casa Abrigo local. Nestas instituições investigou-se o acolhimento e procedimentos oferecidos às usuárias em situação de violência, o conhecimento das políticas para mulheres e a articulação com a rede de atenção às mulheres, por meio de entrevistas com roteiros semi-estruturados individuais direcionadas aos profissionais de referência. As entrevistas foram analisadas tendo como ponto de partida o referencial teórico da Análise Institucional francesa, o qual prevê a assunção de acontecimentos analisadores para a leitura crítica das dimensões instituídas nas práticas de cuidados das equipes que fizeram parte do estudo. Os resultados da pesquisa revelaram dificuldades por parte das mesmas no acolhimento das usuárias com este perfil, tanto nos serviços de enfrentamento à violência quanto nos serviços de saúde mental. Tal fato ocasionava a desassistência no âmbito da garantia dos seus direitos, cessando as possibilidades de enfrentamento das situações de violência, bem como de cuidados no âmbito da saúde mental.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA FLAVIA PIRES LUCAS D'OLIVEIRA - USP
Interno - 1744558 - JADER FERREIRA LEITE
Presidente - 1293170 - MAGDA DINIZ BEZERRA DIMENSTEIN
Externo ao Programa - 426721 - MARIA TERESA LISBOA NOBRE PEREIRA
Notícia cadastrada em: 19/03/2013 15:19
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao