Banca de DEFESA: ISIS SIMÕES LEÃO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ISIS SIMÕES LEÃO
DATA: 06/09/2012
HORA: 14:00
LOCAL: LABORATÓRIO DE PSICOLOGIA
TÍTULO:

ESTUDO DAS PROPRIEDADES PSICOMÉTRICAS DA ESCALA WHOQOL-OLD EM IDOSOS DA REGIÃO NORDESTE.


PALAVRAS-CHAVES:

qualidade de vida, envelhecimento, multimétodos, WHOQOL-old, avaliação


PÁGINAS: 114
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

O envelhecimento populacional aumenta o número de idosos em todo mundo. No Brasil, país de tamanho continental, esse processo começou na década de 40 e acontece com características específicas em suas diferentes realidades. Dentro dessa perspectiva, a presente dissertação teve o objetivo de avaliar as propriedades psicométricas da escala de avaliação da qualidade de vida (QV) de idosos, WHOQOL-old, em uma população de nordestinos. Buscou-se investigar a congruência entre os conteúdos abordados pela escala e aqueles considerados relevantes pelos participantes; e estudar as evidências de validade de estrutura interna do instrumento. Para atingir os objetivos da pesquisa foi adotado o desenho de métodos múltiplos. A pesquisa foi organizada em dois estudos. Como instrumento de coleta de dados comum a ambos, foi utilizado questionário sociodemográfico para traçar o perfil dos participantes e o Mini Exame do Estado Mental (MEEM), que serviu como critério de exclusão. O Estudo I, de abordagem qualitativa, contou com a participação de 18 idosos moradores das cidades de Natal-RN e Campina Grande-PB, média de idade de 73,3 anos (DP = 5,9), divididos em três grupos focais (GF) que discutiram o conceito de QV, o que ajuda e o que atrapalha a QV. Para o estudo II, de abordagem quantitativa, 335 idosos de Campina Grande, entre 65 e 99 anos (M = 74,17; DP = 6,5) responderam a escala WHOQOL-old. Os dados dos GF foram submetidos à análise categorial temática de conteúdo; e para análise dos dados da escala WHOQOL-old foram utilizados análise fatorial exploratória e cálculo dos critérios de informação de Akaike e Bayesiana. Os resultados dos dois estudos foram triangulados. De acordo com as discussões nos GF, saúde e participação social têm papéis centrais na qualidade de vida. A última estabelece relação com todos os demais temas suscitados. Os participantes indicam a relevância da religiosidade e ficam divididos sobre a importância da atividade sexual. Analise fatorial exploratória (EFA) extraiu um modelo de seis fatores. Dois itens (OLD_3 e OLD_9), não carregaram em nenhum fator e foram excluídos. Os demais itens apresentaram carga fatorial >0,3. As categorias de resposta foram reduzidas de cinco para três. Após as mudanças na escala, o modelo empírico apresentou melhor ajuste (-2loglikelihood = 8993,90; AIC = 9183,90 e BIC = 9546,24) que o modelo teórico (-2loglikelihood = 18390,88; AIC = 18678,88 e BIC = 19228,11). Apesar dos melhores valores de critério de informação, o RMESA permaneceu acima do ideal (0,06). Conclui-se que o WHOQOL-old apresenta parâmetros psicométricos abaixo do ideal na população nordestina, mas as melhorias o tornaram sua utilização aceitável. O instrumento WHOQOL-old utiliza variáveis observáveis que condizem com a percepção dos participantes sobre qualidade de vida. No entanto, novas estratégias merecem ser testadas para refinamento da escala.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1323908 - JOAO CARLOS ALCHIERI
Interno - 1759676 - PEDRO FERNANDO BENDASSOLLI
Notícia cadastrada em: 30/08/2012 10:08
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao