Banca de DEFESA: JULY YUKIE ABE DE LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULY YUKIE ABE DE LIMA
DATA: 30/08/2012
HORA: 15:00
LOCAL: auditorio de psicologia
TÍTULO:

De vilarejo a cidade: identidade de lugar de moradores nativos de Tibau do Sul-RN.


PALAVRAS-CHAVES:

identidade de lugar; comunidade; produção da cidade; urbanização.


PÁGINAS: 134
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

Este estudo teve como objetivo analisar alguns indicadores do processo de reestruturação da identidade de lugar de nativos residentes na sede municipal de Tibau do Sul-RN, frente às mudanças ocorridas nessa localidade. A identidade de lugar – estrutura psicológica complexa em constante processo de reestruturação frente a mudanças – destaca o enfoque dado à análise dos aspectos referentes às relações das pessoas com seu ambiente físico e social, ao longo do processo de transição do antigo vilarejo de pescadores e agricultores que começa a ganhar contornos de cidade. A primeira etapa do estudo consistiu em entrevistas com conhecedores da história da localidade, como fase preparatória para a segunda etapa. Esta se referiu a entrevistas com 29 moradores da sede municipal nativos do local, de perfis pessoais e profissionais variados, e enfocou suas cognições acerca de suas relações com esse contexto no presente e passado, além de suas expectativas de futuro. A análise focalizou os elementos de distintividade, continuidade, autoestima e autoeficácia, bem como o caráter valorativo (positivo ou negativo) atribuído a eles. A avaliação dos nativos acerca da localidade e da distinção de si próprios em relação a outros (pessoas e lugares) foi, de modo geral, muito positiva. muitos elementos de continuidade do grupo e do lugar e a possibilidade de satisfação de suas necessidades foram destacados positivamente, especialmente comparando-se ao passado. O desenvolvimento turístico da cidade e de outras atividades econômicas anteriores pareceu contribuir para um processo de reestruturação da identidade, de modo a atingir estados desejáveis para sua estrutura. A ampliação dessa análise em termos de um contexto temporal e espacial, no entanto, mostra que essa avaliação positiva pode dificultar algumas estratégias de enfrentamento pelos moradores frente a atividades econômicas insustentáveis, muitas vezes articuladas de modo a favorecer uma minoria da população.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1149643 - GLEICE VIRGINIA MEDEIROS DE AZAMBUJA ELALI
Externo à Instituição - JORGE CASTELLÁ SARRIERA - UFRGS
Presidente - 347107 - JOSE DE QUEIROZ PINHEIRO
Notícia cadastrada em: 13/08/2012 17:16
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2017 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao