Banca de DEFESA: ALEXANDRE LUCAS DE ARAÚJO BARBOSA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALEXANDRE LUCAS DE ARAÚJO BARBOSA
DATA : 20/02/2024
HORA: 14:00
LOCAL: Natal, Rio Grande do Norte
TÍTULO:

Aprendizagem durante o lockdown: uma análise de vulnerabilidades educacionais e os impactos no ambiente de literacia familiar durante a pandemia do covid-19


PALAVRAS-CHAVES:

Dislexia; Literacia Familiar; Leitura; Educação


PÁGINAS: 132
RESUMO:

Objetivo: O ambiente de alfabetização familiar é um fator importante para o desenvolvimento da leitura e escrita. Crianças com histórico familiar de dislexia podem ter acesso reduzido a recursos de leitura e se envolver menos em atividades de alfabetização, especialmente durante a pandemia de COVID-19. O objetivo deste artigo foi comparar o ambiente de alfabetização familiar, com e sem histórico de alfabetização na família, antes e durante a pandemia. Método: 676 famílias responderam ao Questionário de Práticas de Alfabetização no Ambiente Doméstico da COVID-19 (COVID19-HELP), fornecendo informações sobre práticas e recursos de alfabetização na família nos períodos antes e durante a pandemia. A amostra foi dividida em 190 crianças que estavam em risco familiar de dislexia (FH+, grupo experimental) e 486 crianças sem risco familiar (FH-, grupo de controle). Por fim, os dados foram analisados utilizando o Modelo Linear Generalizado Misto. Resultados: Na maioria das variáveis estatisticamente significativas, as crianças com risco familiar de dislexia apresentaram uma média menor de recursos e atividades de alfabetização em casa. Quanto ao período de tempo, houve aumentos significativos no número de livros digitais para crianças, jogos educacionais digitais relacionados a letras, leitura ou matemática para crianças, e na participação ativa em jogos educacionais de vídeo ou computador. A interação entre o grupo e o período não foi significativa. Conclusões: Os resultados demonstram que as crianças com risco familiar de dislexia apresentaram frequências mais baixas de atividades e recursos de alfabetização em família. No entanto, não foram observadas diferenças na interação entre o grupo e o período de tempo, sugerindo que o aumento e a diminuição de recursos e práticas de alfabetização em casa decorrem principalmente das disparidades entre os grupos, em vez de modificações causadas pela pandemia de COVID-19.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ANA LUIZA GOMES PINTO NAVAS - FCMSCSP
Presidente - 2143029 - CINTIA ALVES SALGADO AZONI
Interna - 1321136 - IZABEL AUGUSTA HAZIN PIRES
Externa à Instituição - LUCIANA MENDONÇA ALVES - UFMG
Externo à Instituição - RICARDO FRANCO DE LIMA - USF
Notícia cadastrada em: 19/02/2024 10:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao