Banca de DEFESA: JOHN ELTON COSTA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOHN ELTON COSTA DOS SANTOS
DATA : 22/08/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Híbrido - Laboratório de Psicologia Sala 622 e https://meet.google.com/hjr-tbgs-kqd
TÍTULO:

Mística-minoritária: a experiência religiosa de garotos transexuais


PALAVRAS-CHAVES:

Transexualidade Masculina; Experiência Religiosa; Cuidado de Si; Mística-minoritária.


PÁGINAS: 152
RESUMO:

No contexto atual, de acirramento da intolerância e conservadorismo, frente à questão de identidades de gênero e sexualidades, a incursão de homens transexuais em congregações religiosas cria rupturas nas relações de poder, saber e subjetivação. Desse modo, a presente tese propõe como questão de pesquisa: é possível, para homens transexuais religiosos, outra experiência subjetiva fora do quadro de regulação imposta pelas religiões? No campo de estudos de gênero e religião, a tese se situa nos estudos sobre a experiência religiosa e tem como objetivo geral analisar essa experiência a partir da vivência religiosa de garotos transexuais. O estudo busca se aproximar de uma perspectiva interdisciplinar por meio de uma composição de métodos etnográficos e cartográficos, utilizando-se dos recursos de busca e mapeamento de práticas religiosas nos sites de algumas igrejas inclusivas, participação em eventos promovidos por igrejas, e entrevistas com garotos transexuais; e ainda pelo diálogo entre diferentes campos de saberes: filosofia, psicologia, psicanálise, antropologia e etc. A tese propõe o conceito de mística-minoritária para a análise da experiência religiosa de homens transexuais. Para isso, usamos os conceitos de “produção de consumidores” e de “mística” de Michel de Certeau, de “cuidado de si” de Michel Foucault e de “devir-minoritário” Gilles Deleuze e Félix Guattari. Por meio deste estudo chegamos a algumas conclusões: as religiões se constituem a partir de teologias e doutrinas cis-hetero-normativas, sejam elas de origem judaico-cristã, espírita kardecista ou afro-ameríndias; há por parte da população LGBT a reinvenção de novas práticas religiosas, elementos que apontam para a produção de vida; apesar dos preconceitos, da exclusão, da discriminação e dos assassinatos que expressam um desejo de eliminação dessa população; no cotidiano das vidas de garotos transexuais constata-se uma produção criativa e inventiva de religiosidades que se constituem por meio de uma ética da liberdade, do cuidado de si, do enfrentamento e de resistência.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ADRIANO AZEVEDO GOMES DE LEON - UFPB
Externo à Instituição - LAURA MOUTINHO - USP
Externo à Instituição - MARCOS ROBERTO VIEIRA GARCIA - UFSCAR
Presidente - 426721 - MARIA TERESA LISBOA NOBRE PEREIRA
Externo ao Programa - 2704485 - MARLOS ALVES BEZERRA - null
Notícia cadastrada em: 08/08/2023 15:56
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao