Banca de QUALIFICAÇÃO: KARINA DANIELLY CAVALCANTI PINTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARINA DANIELLY CAVALCANTI PINTO
DATA : 28/07/2022
HORA: 14:30
LOCAL: https://meet.google.com/czr-cryp-uvu
TÍTULO:

TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS-TRAUMÁTICO E BURNOUT EM PROFISSIONAIS DE SAÚDE ATUANTES NO COMBATE AO SARS-COV-2


PALAVRAS-CHAVES:

SARS-CoV-2; Profissionais da Saúde; Estresse; Transtorno de Estresse Pós-Traumático; Burnout;


PÁGINAS: 92
RESUMO:

A Organização Mundial da Saúde (OMS) no primeiro semestre do ano de 2020, declarou a patologia causada pelo Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus 2 (Sars-CoV-2), como uma emergência global de saúde pública anunciando, naquele momento, o surto mundial do novo coronavírus e o status de pandemia. A alta transmissibilidade do vírus e à inexistência de tratamento específico, contribuíram para um estado de insegurança e medo relacionados a patologia. As repercussões sociais, psíquicas e econômicas, aliadas a um elevado número de mortes e ao colapso dos sistemas de saúde, tornou a Covid-19 uma das maiores crises humanitárias e de emergência em saúde pública mundial. Para os profissionais da saúde, além das angústias compartilhadas com a população geral, a categoria, de forma específica, se viu diante de complexos desafios laborais no tocante a atuação. Dentre os desafios, elenca-se: risco de exposição significativa ao vírus, escassez de equipamentos de proteção individual e de suprimentos médicos, cargas de trabalho prolongadas e outros desgastes físicos e psíquicos. Assim, considerando a população de trabalhadores da linha de frente, como um grupo vulnerável a sobrecarga física, emocional e a intensa exposição as angústias, urge a necessidade de investigar aspectos psicopatológicos e suscetibilidade ao desenvolvimento de Estresse, Burnout e Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Participaram do estudo, 120 profissionais da equipe multidisciplinar, dos quais, 53% atuavam do Hospital Municipal de Natal e 47% no Hospital Giselda Trigueiro. Para investigação, utilizou-se os seguintes instrumentos: questionário sociodemográfico, Escala de Percepção de Estresse, Inventário de Burnout de Maslach e a Lista de Verificação de Transtorno de Estresse Pós-Traumático. A análise dos dados se fundamentou na estatística descritiva e inferencial. Os resultados apontaram níveis médios de Estresse Percebido, escores de 20.71; em relação ao TEPT 39,17% dos participantes enquadram-se nos casos prováveis considerando-se os critérios de DSM-5; na avaliação do Burnout, em suas dimensões, os escores foram elevados para Exaustão Emocional 49,17% e baixa Realização Pessoal 84,17%, no item Despersonalização 51,17% pontuaram escores médios e 48,33% altos. Verificou-se alterações negativas nos indicadores de saúde mental dos trabalhadores do Front indicando necessidade de intervenções voltadas ao cuidado psicoemocional.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 347027 - EULALIA MARIA CHAVES MAIA
Externa à Instituição - MARIA AURELINA MACHADO DE OLIVEIRA - UFPI
Externo à Instituição - RODRIGO DA SILVA MAIA - UFC
Notícia cadastrada em: 20/07/2022 14:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao