Banca de DEFESA: MARIA LAIS DOS SANTOS LEITE

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA LAIS DOS SANTOS LEITE
DATA : 20/05/2022
HORA: 14:30
LOCAL: https://meet.google.com/rqr-uybw-mmp
TÍTULO:

PRODUÇÃO DE SENTIDOS SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS PARA AGRICULTORAS(ES) FAMILIARES DO DISTRITO ARAJARA EM BARBALHA-CE


PALAVRAS-CHAVES:

agricultura familiar; contextos rurais; políticas públicas; Cariri cearense; Psicologia Rural.


PÁGINAS: 315
RESUMO:

Neste trabalho abordamos os cotidianos, modos de vida e os sentidos produzidos por agricultoras(es) familiares em relação à vida nos contextos rurais, à agricultura familiar e às Políticas Públicas para Agricultura Familiar (PPAF) implantadas na Região do Cariri, território situado no Estado do Ceará, Nordeste do Brasil. Estabelecemos como foco do estudo a produção discursiva de agricultoras(es) familiares em contextos rurais e enquanto objetivo geral: compreender os sentidos produzidos por agricultoras(es) familiares em relação às políticas públicas para agricultura familiar implantadas na Região do Cariri. Delineamos como objetivos específicos: I. Analisar os posicionamentos discursivos da legislação relacionada à agricultura familiar no Brasil; II. Investigar as concepções de rural presentes no grupo investigado; III. Caracterizar as principais práticas produtivas nas unidades familiares; IV. Identificar permanências e rupturas nos modos de vida de agricultoras(es) familiares. A pesquisa no campo-tema foi desenvolvida em dois eixos. O primeiro, de 2018 a 2020, foi dedicado a documentos oficiais relacionados à agricultura familiar e às políticas públicas do setor no Brasil, utilizando a análise de documentos de domínio público. O segundo, realizado em todo o período de doutoramento, e especialmente entre os anos de 2020 e 2021, com a produção de dados em campo por meio de observações e conversas no cotidiano e a realização de entrevistas com sujeitas(os) que têm dedicado suas vidas às atividades agrícolas familiares, à liderança de suas comunidades e que ao longo desse processo participaram de PPAF destinadas ao setor. As entrevistas ocorreram em três comunidades rurais que integram o Distrito Arajara, no município de Barbalha, na Região do Cariri cearense. Destacamos como principais resultados de nossa análise, as seguintes linhas argumentativas: 1. A nomeação ‘agricultura familiar’ visa agregar atrizes/atores de contextos rurais e urbanos em torno de um único termo, aproximando diferentes(as) produtoras(es) para além da agricultura; 2. As PPAF implantadas no Brasil agem como catalisadoras de mudanças sociais nos contextos rurais. 3. Os discursos que circulam – e também se reatroalimentam, entres as(os) moradoras(es), técnicas(os) e acadêmicas(os), as observações e decisões políticas, das quais destacamos as políticas públicas – afetam e atualizam os cotidianos e modos de vida nos contextos rurais. As(os) interlocutoras(es) registraram em nossas trocas discursivas a centralidade que atribuem ao trabalho, a relevância das relações de proximidade com a família e suas comunidades e o valor simbólico da agricultura. Sobre as políticas públicas, as famílias destacaram com pesar a redução dos recursos de programas como Programa de Aquisição de Alimentos – PAA e Programa Nacional de Alimentação Escolar – Pnae, que contribuem com a segurança alimentar e nutricional de beneficiários(as) de entidades socioassistenciais e educacionais e oportunizam ainda para elas(es) uma melhoria da renda e de condições de trabalho. Elas(es) se posicionam positivamente em relação ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf. Por fim, apontamos que a continuidade do programa de concessão de crédito desarticulada de outras PPAF é insuficiente para valorização e manutenção desta categoria social.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1744558 - JADER FERREIRA LEITE
Interna - 008.184.904-46 - MARIA DA GRAÇA SILVEIRA GOMES DA COSTA - UFRN
Externa à Instituição - VICTORIA RÉGIA ARRAIS DE PAIVA - UFCA
Externa à Instituição - SUELY SALGUEIRO CHACON - UFC
Externa à Instituição - YLDRY SOUZA RAMOS QUEIROZ PESSOA - UFMA
Notícia cadastrada em: 10/05/2022 17:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao