Banca de DEFESA: DEBORA SUNALY LEITE DA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DEBORA SUNALY LEITE DA SILVA
DATA : 24/02/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

CLASSE HOSPITALAR EM ONCOLOGIA PEDIÁTRICA: ARTICULAÇÃO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO PARA A INCLUSÃO SOCIAL


PALAVRAS-CHAVES:

classes hospitalares; oncologia pediátrica; leucemia linfoide aguda; neuropsicologia.


PÁGINAS: 150
RESUMO:

Conforme a legislação vigente a educação é um direito pétreo garantido pela Constituição Federal de 1988, sendo deveres do Estado a sua garantia sem qualquer distinção. No entanto, diversas circunstâncias podem interferir na frequência escolar de crianças/adolescentes, e dentre elas, destacam-se as situações em decorrência do adoecimento e internação. Porém, para essas crianças, o direito educacional permanece e passa a ser ofertado através das denominadas Classes Hospitalares (CH). No cenário do adoecimento na infância, o câncer desponta como uma das patologias que mais acometem a criança e tem prevalência e reflexos significativos, decorrentes principalmente do tratamento, em sua qualidade de vida, sendo a leucemia linfoide aguda (LLA) o tipo de câncer mais comum nessa população. Na última década, estudos apontam para a existência de déficits neuropsicológicos significativos em crianças sobreviventes da LLA. Nesse contexto de atenção às demandas educacionais referentes às condições de tratamento deste grupo clínico, a presente pesquisa teve como objetivo geral caracterizar a política da classe hospitalar em oncologia pediátrica no estado do Rio Grande do Norte, a partir da apresentação de quatro estudos interdependentes: (1) A política da classe hospitalar na oncologia pediátrica do estado do RN: trajetória e perfil; (2) Desafios e potencialidades da classe hospitalar do RN no contexto da oncologia pediátrica: representações e vivências dos professores; (3) Concepções sobre a neuropsicologia e suas contribuições na prática da classe hospitalar oncológica pediátrica; e (4) Caderno informativo e prático (Volumes 1 e 2) apresentando sobre a criança com leucemia linfoide aguda (LLA) e suas implicações no processo de aprendizagem. A pesquisa caracteriza-se como de cunho qualitativo exploratório, realizada através da análise de documentos e entrevista semiestruturada individual com 9 os professores da classe hospitalar oncológica pediátrica do estado do Rio Grande do Norte – RN. Os resultados oriundos dos estudos ressaltam a importância das contribuições da neuropsicologia escolar para a prática da equipe educacional das CH em contexto de oncologia pediátrica, tendo em vista que o suporte educacional especializado para este grupo clínico, contribui também como forma interventiva para possíveis dificuldades educacionais que acometem essa população. Espera-se com tais resultados contribuir para a construção de novos sentidos para a prática docente nas CH, repercutindo em termos da qualidade da educação ofertada ao público clínico da oncologia pediátrica e, consequentemente, sobre a qualidade de vida de crianças e adolescentes.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 2143029 - CINTIA ALVES SALGADO AZONI
Presidente - 1321136 - IZABEL AUGUSTA HAZIN PIRES
Externa ao Programa - 3246361 - LAURA CAROLINA LEMOS ARAGÃO
Externa à Instituição - PRISCILA MAGALHAES BARROS FELINTO - UnB
Externa à Instituição - ROBERTA CERES ANTUNES MEDEIROS DE OLIVEIRA - UERN
Notícia cadastrada em: 01/02/2022 14:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao