Banca de DEFESA: VITOR ALEXANDER CORTEZ DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : VITOR ALEXANDER CORTEZ DE OLIVEIRA
DATA : 20/12/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

Abordagem clínica da atividade profissional no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop)


PALAVRAS-CHAVES:

Clínica da Atividade; Ergonomia da Atividade; Sistema Único de Assistência Social; Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua. 


PÁGINAS: 200
RESUMO:

A presente dissertação de mestrado foi direcionada aos trabalhadores, assistentes sociais e psicólogos do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop) órgão que compõe o Sistema Único de Assistência Social (SUAS).  O objetivo do estudo é analisar a atividade laboral dos trabalhadores psicólogas(os) e assistentes sociais do Centro Pop, buscando abordar o referenciamento do gênero e o poder de agir desses trabalhadores, assim como realizar um estudo das condições de trabalho e saúde dos trabalhadores deste serviço. O referencial teórico é proveniente da Clínica da Atividade e da Ergonomia da Atividade. Como método, a pesquisa foi dividida em duas partes: na etapa clínica foi utilizada a técnica de Instrução ao Sósia (IaS), na busca de acesso a atividade dos trabalhadores; na etapa quantitativa foi empregado o instrumento psicológico ITRA- Inventário sobre Trabalho e Riscos de Adoecimento- com a finalidade de levantar as Condições de Trabalho e Saúde dos trabalhadores. Os resultados da etapa clínica apontam uma variada quantidade de impedimentos ao poder de agir dos trabalhadores, notadamente em termos da ausência de suporte intersetorial. Foram feitas duas IaS; a primeira propôs como foco problemas de gestão do espaço cotidiano, devido aos conflitos; a segunda voltou-se para disputas/desentendimentos no serviço; como aspectos favorecedores do poder de agir, verificou-se o vínculo com o usuário do serviço. Na etapa quantitativa, contando com dados oriundos de 38 participantes verificou-se importância explicativa, em procedimento de clusterização, para as seguintes variáveis: Custo Cognitivo, Custo Afetivo, Condições de Trabalho e Organização do Trabalho. Foram evidenciados ainda elementos de precarização e risco de adoecimento no trabalho do Centro Pop. As etapas dialogam entre si, sugerindo aspectos de limitação do poder de agir do profissional, referenciamento do gênero profissional de forma incipiente, e condições de trabalho que oferecem risco à saúde dos profissionais. O presente estudo aponta para a necessidade de uma política de valorização do trabalhador do SUAS, maior articulação entre as políticas intersetoriais e melhorias nas condições de trabalho para psicólogos e assistentes sociais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1033183 - FELLIPE COELHO LIMA
Presidente - 1134517 - JORGE TARCISIO DA ROCHA FALCAO
Externa à Instituição - TATIANA DE LUCENA TORRES - UFPB
Notícia cadastrada em: 15/12/2021 14:40
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa18-producao.info.ufrn.br.sigaa18-producao