Banca de DEFESA: VICTOR CESAR AMORIM COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : VICTOR CESAR AMORIM COSTA
DATA : 13/12/2021
HORA: 13:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO:

QUESTÃO SOCIAL: OS GOVERNOS PETISTAS E A PROTEÇÃO SOCIAL NO CAPITALISMO CONTEMPORÂNEO


PALAVRAS-CHAVES:

questão social; proteção social; capitalismo; dependência; psicologia.


PÁGINAS: 177
RESUMO:

Esta pesquisa foi movida desde o início pela busca da apreensão das tendências em termos de tratamento da questão social nos governos petistas, tomada enquanto uma via de investigação sobre as possibilidades estruturais de proteção social em um capitalismo dependente do Cone Sul. Passados os anos de furor do crescimento efêmero e tendo o país mergulhado em crises consecutivas após junho de 2013. O golpe parlamentar de 2016 colocava um fim numa trajetória de 12 anos de governos petistas, os quais se iniciaram de uma maneira completamente diferente. Nesse contexto, nosso esforço geral se voltou à apreensão de como o tratamento da questão social dado pelos governos petistas foi analisado por produções marxistas que se dedicaram a estudar os governos petistas e o golpe de 2016. Nessa trajetória, realizamos uma revisão um tanto híbrida, inspirados em elementos da revisão sistemática, mas não ferrenhamente presos a ela. No total foram selecionadas oito obras após fases consecutivas de filtragem dos resultados obtidos. Por fim, os resultados da revisão indicam um consenso em torno da persistência numa forma residual, propriamente neoliberal, de (des)financiamento e ordenamento da lógica dos serviços públicos. A privatização persiste firme e forte como um processo gradual, as vezes mais intenso, as vezes mais lento contra qualquer coisa que ainda reste pública. O tempo parece ser uma peça fundamental na gestão da contrarreforma permanente. A captura do Fundo Público pelos serviços da dívida pública, a mantença do tripé macroeconômico neoliberal e o caráter intocável da Lei de Responsabilidade Fiscal, esta última utilizada para derrubar Dilma, denunciam o caráter antidemocrático de nossa democracia dependente. Ao final, exploramos alguns cenários e tendências contra a proteção social no capitalismo dependente brasileiro.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FERNANDO LACERDA JUNIOR - UFG
Externo ao Programa - 2475019 - HENRIQUE ANDRE RAMOS WELLEN
Presidente - 1205730 - ISABEL MARIA FARIAS FERNANDES DE OLIVEIRA
Notícia cadastrada em: 10/12/2021 13:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao