Banca de DEFESA: WELYTON PARAÍBA DA SILVA SOUSA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : WELYTON PARAÍBA DA SILVA SOUSA
DATA : 28/06/2019
HORA: 13:30
LOCAL: Auditório do Laboratório de Psicologia
TÍTULO:

ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL DA MULTIDIMENSIONAL SCALE OF PERCEIVED SOCIAL SUPPORT (MSPSS) PARA O PORTUGUÊS (BRASIL)


PALAVRAS-CHAVES:

adaptação transcultural; apoio social; MSPSS, validade; confiabilidade.


PÁGINAS: 125
RESUMO:

O apoio social é compreendido como um processo dinâmico e complexo que envolve transações entre os sujeitos e suas redes sociais, promovendo e completando os recursos individuais que possuem para enfrentarem novas exigências. Para aferição do apoio social, tem-se visto um crescente interesse no uso da Multidimensional ScaleofPerceived Social Support (MSPSS), que foi desenvolvida nos Estados Unidos. Esta escala já foi adaptada para vários países e apresentou propriedades psicométricas satisfatórias. Embasando-se em tais aspectos, esta pesquisa é uma adaptação transcultural descritiva, analítica e transversal que teve como objetivo promover a adaptação transcultural da MSPSS para o português brasileiro. Para isso foi utilizado o método de adaptação transcultural (ATC) para serem cumpridas as seguintes etapas de equivalências: conceitual, de itens, semântica, operacional e de mensuração. Como resultado das três primeiras etapas, foi confeccionada a versão síntese da MSPSS. Já como fruto das duas últimas equivalencias foram elaboradas a versão síntese final e a versão validada para o Brasil. Foram usadas além da MSPSS, a Escala de Apoio Social e a CES-D na equivalência de mensuração, com cujos dados coletados efetuaram-se Análise Fatorial Exploratória, Análise Fatorial Confirmatória e ExploratoryGraphAnalysis que resultaram em um modelo de 3 dimensões que foram outros significativos, amigos e família, semelhante ao original. A versão também apresentou validade convergente, divergente confirmada pelas correlações entre os fatores da MSPSS e os escores de apoio social (convergente) e sintomas depressivos (divergente). Já a validade de critério foi observada através da capacidade de diferenciar grupos de gestantes (primíparas/multíparas). O resultado dos valores de alfa de Cronbach foram excelentes tanto para a escala total (α=0,93) como para as dimensões outros significativos (α=0,93), amigos (α=0,91) e família (α=0,92). Os valores do teste-reteste indicaram estabilidade temporal dos escores da MSPSS. Conclui-se que a versão brasileira da MSPSS é uma escala de fácil manejo e compreensão, de forma que permaneceram os 12 itens. Os valores obtidos nas 5 etapas de equivalências, indicaram que essa escala tem características psicométricas de validade e confiabilidade consideradas satisfatórias, além de ser um instrumento adequado para ser utilizada em futuros estudos psicométricos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - LEANDRO DA SILVA SAUER - UFPB
Externa à Instituição - MARIA ANDRÉIA DA NÓBREGA MARQUES - UESPI
Presidente - 347027 - EULALIA MARIA CHAVES MAIA
Externo ao Programa - 1161810 - GILSON DE VASCONCELOS TORRES
Externa ao Programa - 1723488 - MARIA DA APRESENTACAO BARRETO
Notícia cadastrada em: 05/06/2019 08:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao